Colinas do SulEleições 2020

Alysson Nápoles defende contratação de varredores de ruas para melhorar limpeza urbana em Colinas do Sul

Preocupação do pré-candidato a prefeito não é só com a aparência da cidade, mas também pelo potencial de crescimento que uma cidade limpa - com manutenções mais frequentes - pode proporcionar para moradores e visitantes

Quando o assunto é limpeza urbana, pouco entendimento existe entre o Poder Executivo e os moradores de qualquer localidade. Principalmente, quando a deficiência desse serviço é tão notória, como acontece em Colinas do Sul.

Segundo o vereador e pré-candidato a prefeito, Alysson Gomes Nápoles (PT), a precariedade faz-se presente em quase todas as etapas do processo – como nas atividades de varrição de ruas e recolhimento de entulhos – o que acaba provocando outros transtornos.

Ao Portal Excelência Notícias, ele relatou uma inconveniente realidade: apenas duas pessoas são responsáveis pela varrição de toda a cidade, que possui população estimada em 3.360 habitantes, como demonstram os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Ou seja, é impossível manter a conservação e a higiene nos ambientes de convivência social. Por mais que se esforcem, essas funcionárias simplesmente não conseguem atender a demanda do município, o que acaba impactando sobre a qualidade de vida dos colinenses”, lamentou o pré-candidato a prefeito.

Alysson Nápoles contou que, no começo de 2017, a atual gestão da cidade realizou processo seletivo que deveria aprovar, no mínimo, dez varredores de ruas, de acordo com a divulgação feita naquele período.

“Eu compreendo que é preciso gerar empregos com responsabilidade, mas é fundamental manter a cidade limpa”, criticou o pré-candidato a prefeito de Colinas.

Praça da cidade de Colinas do Sul com grama em péssimo estado de conservação e e brinquedos de crianças há muito tempo sem manutenção: problemas que Alysson quer resolver se chegar à prefeitura [Foto: Excelência Notícias]
De acordo com ele, é possível sim assumir um eventual mandato no Executivo destinando pelo menos 20 pessoas para essa tarefa.  “O interessante é que, em época de Caçada da Rainha e de fim de ano, eles [a prefeitura] ‘passam um batom’ e deixam a cidade ‘um brinco’. E o ano inteiro?”, comparou Alysson.

Além dessa questão, estão os problemas causados pela quantidade de terra espalhada sobre o asfalto, situação observável desde a entrada de Colinas do Sul, tanto para quem chega na cidade a partir de Alto Paraíso de Goiás ou Niquelândia.

“Isso estraga a nossa infraestrutura, que já é precária. Não adianta economizarmos na contratação de pessoal se, lá na frente, tivermos que desembolsar uma fortuna para a restauração do pavimento, danificado pelo atrito entre os pneus dos veículos e as pedras que ali estão. O prejuízo será muito maior”, destacou.

IMPRESSIONANTE – Desmazelo da atual gestão colinense é tão grande que Alysson mostrou uma árvore com mais de 6 metros de altura que cresceu dentro de uma quadra coberta da cidade, rompendo o concreto do piso [Foto: Excelência Notícias]
Sempre de acordo com Alysson, outro fator que deve ser levado em consideração é o fato de que os salários pagos a esses varredores serão, com certeza, gastos no comércio local.

“Uma coisa puxa a outra. Trabalho bem feito rende bons resultados em outras áreas também”, disse ele.

Uma reclamação que chega repetidas vezes à Câmara Municipal de Colinas diz respeito ao tempo que os restos de demolições permanecem nas calçadas.

O vereador afirmou que Colinas do Sul não tem recolhimento de entulhos; que tratou o assunto várias vezes em plenário; e que, ao interpelar a Prefeitura de Colinas, recebia quase sempre como resposta que “a máquina estava estragada.”

O pré-candidato a prefeito está convicto de que o cidadão –  que sofre com a falta desse tipo de atendimento básico –  não quer e nem precisa ser compreensivo com a administração do município.

Da mesma forma, Alysson diz ter a consciência tranquila quanto aos insistentes ofícios; cobranças; e pedidos de manutenção que fez durante a sua vida parlamentar.

Uma lembrança bastante peculiar de Alysson Nápoles, que aconteceu em 2017, chamou a atenção do Excelência Notícias. Naquele ano, várias calçadas chegaram a ter uma “plantaçãozinha” de pés de mandioca, num espaço que deveria ser exclusivo para os pedestres.

Embora a prática atípica não tenha se repetido, ele reafirmou que a cidade ainda sofre com a falta de zelo.  Ao fim da entrevista, o pré-candidato disse que é importante fazer a “lição de casa” com vistas para o progresso; e que Colinas do Sul precisa experimentar melhorias muito maiores.

Alysson Nápoles é pré-candidato a prefeito em Colinas do Sul: foco em melhorias para o município, em todas as áreas da administração pública [Foto: Excelência Notícias]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar