CoronavírusNiquelândia/Goiânia

Segurança de 38 anos está internado em estado grave em hospital de Goiânia, acometido pela Covid-19

Weberson Alves dos Santos, conhecido como Binha, sentiu-se mal na noite da terça-feira/14 em sua casa em Niquelândia: diagnóstico para o novo coronavírus foi confirmado na quarta-feira/15, motivando sua transferência para a capital na quinta-feira/16

Bastante conhecido em Niquelândia por seu trabalho de longa data como segurança de festas e eventos, Weberson Alves dos Santos, de 38 anos – popularmente conhecido como Binha – está internado em estado grave desde a última quinta-feira/16, acometido pela Covid-19, na UTI do Hospital Garavelo, em Aparecida de Goiânia.

A notícia sobre seu delicado quadro clínico repercutiu fortemente em grupos de WhatsApp da cidade do Norte do Estado na manhã deste sábado/18, com mensagens de apoio à família e pedidos de orações para que Binha se recupere.

INTUBAÇÃO – “Ontem [sexta-feira, dia 17] por volta das 23 horas, recebi uma ligação do hospital informando-me que, como ele [Binha] estava com a respiração muito ofegante, que seria melhor fazer a intubação do meu marido. Ele estava consciente; e aceitou ser submetido a esse procedimento. Infelizmente, estamos aqui”, afirmou a esposa Marty Salgado, que acompanha a internação do marido na capital, em rápida entrevista ao Portal Excelência Notícias, por volta das 12h30.

Bastante abalada, Marty detalhou que o segurança apresentou sintomas de gripe e falta de ar – típicos da infecção pelo novo coronavírus – na noite da terça-feira/14 na residência da família, em Niquelândia.

Inicialmente atendido no Hospital Santa Marta, Binha foi transferido para o Hospital Municipal Santa Efigênia onde a Secretaria Municipal de Saúde deu sequência aos trâmites necessários para a internação na capital.

Dada a urgência do caso – e a demora recorrente à liberação do resultado de exames gratuitos para Covid-19 feitos pelo Lacen – a família custeou o exame PCR num laboratório particular de Niquelândia na quarta-feira/15, que atestou positivo para coronavírus.

A preocupação de Marty sobre o estado de saúde do marido, diante da doença, se tornou ainda maior pelo fato de que Binha é portador de comorbidades como problemas cardíacos e diabetes – esta última descoberta no último mês de março – em decorrência sua obesidade mórbida.

ORAÇÕES – “Tenho certeza de que tudo isso é só um momento difícil para mim e para a nossa família, porque o Deus que eu sigo é um Deus vivo, que nunca me abandonou. E não será agora que Ele irá me abandonar; e logo meu marido vai estar de volta, recuperado, junto comigo”, comentou Marty, que reforçou o pedido de orações nesse sentido para a comunidade niquelandense.

Portador de comorbidades como hipertensão e diabetes, quadro clínico de Binha agravou-se em decorrência da obesidade, outro fator de risco para a Covid-19 [Foto: Reprodução/Facebook]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias