Publicidade

Niquelândia

Estudante de 16 anos é enforcado enquanto dormia por padrasto que invadiu casa da ex-companheira

Cleiton Ataídes de Campos e Sonivânia das Neves de Jesus estavam separados havia três meses: Matheus Matias, filho de Sonivânia, foi morto no quarto pelo padrasto, que também tentou matar a comerciante, numa casa do Colina Park, na madrugada desta quarta-feira (13)

Niquelândia amanheceu em estado de choque nesta quarta-feira (13), diante da notícia do assassinato cruel que vitimou o adolescente Matheus Matias de Jesus, de 16 anos. O garoto – que completaria 17 anos no próximo dia 25 – foi enfocado por seu padastro, Cleiton Ataídes de Campos, numa casa do Residencial Colina Park, por volta das 6 horas da manhã. O homem está foragido.

Ao Portal Excelência Notícias, o agente de investigação da Polícia Civil de Niquelândia, Erlandsson Bonfim de Sena, detalhou que a tragédia ocorreu, muito provavelmente, por questões passionais.

Por cerca de cinco anos, informou o policial, a comerciante Sonivânia das Neves de Jesus, de 34 anos, manteve um relacionamento amoroso com Cleiton.

O casal estava separado havia três meses, sem que o rapaz deixasse transparecer algum comportamento agressivo; sentimento de ódio; ou intenção de perpetuar qualquer tipo vingança contra a ex-companheira, segundo Erlandsson.

EMBOSCADA – De acordo com o policial civil, Sonivânia relatou que, ao acordar, foi até o quarto de Matheus e bateu na porta, como de costume, para que o adolescente se arrumasse para ir à escola.

Como o garoto não atendeu ao chamado da mãe, Sonivânia achou que o filho ainda estava dormindo e decidiu voltar para o quarto dela, onde cochilou novamente.

O CASAL, ANTES DA TRAGEDIA – Cleiton e Sonivânia tiveram relacionamento amoroso durante 5 anos e estavam separados havia três meses: homem não demonstrava qualquer sede de vingança pelo término, segundo a Polícia Civil, que pudesse culminar com o assassinato do próprio enteado [Foto: Reprodução/Facebook]
Porém, ao acordar algum tempo depois, a comerciante percebeu que seu telefone celular não se encontrava mais no local onde ela tinha deixado o aparelho.

Sonivânia, então, retornou a seu quarto para procurar o celular quando foi surpreendida pela presença inesperada de Cleiton, que estava escondido atrás da porta do closet. O homem havia entrado na casa sem que ninguém percebesse.

“Ele (Cleiton) partiu para cima dela (Sonivânia) com uma ferramenta de jardinagem, para tentar matá-la, provocando-lhe algumas escoriações. Ela, então, conseguiu se desvencilhar dele e tentou manter um diálogo com Cleiton, tentando que ele se acalmasse. Porém, nessa tentativa de acalmar a situação, o Cleiton apoderou-se de um fio, uma espécie de cabo, e tentou enforcá-la.  Nessa segunda tentativa dele em querer matá-la, a Sonivânia desvencilhou-se dele novamente, conseguindo trancar o Cleiton dentro do quarto”, detalhou o policial civil.

Na sequência, sempre de acordo com o agente de investigação, Sonivânia saiu da casa e foi até o portão, na rua, para pedir socorro às pessoas que ali passavam, naquele momento de extrema tensão pois a comerciante estava machucada e o ex-companheiro tentava quebrar a porta para pôr fim à vida dela.

Corpo de Bombeiros de Niquelândia esteve no local do crime no Residencial Colina Park, mas Matheus já estava morto [Foto: Divulgação/6º CIBM – Niquelândia]
Nesse intervalo, relatou Erlandssom, ela notou a presença de alunos da mesma escola em que Mateus estudava; e pediu aos jovens que entrassem na casa à procura do adolescente que, até então, estaria dormindo e sem saber do que havia se passado no imóvel entre a mãe e o padrasto. Infelizmente, logo veio a notícia que ninguém esperava.

ADOLESCENTE JÁ ESTAVA MORTO – “Quando os meninos entraram na casa e arrombaram a porta do quarto do Mateus, encontraram esse garoto sem vida, enforcado, e com vários ferimentos pelo corpo. Ela (Sonivânia) acredita que ele (Cleiton) poderia ter uma cópia da chave, mas não soube informar precisamente como ele entrou na residência dela. De acordo com o relato de alguns vizinhos, ele (Cleiton) teria sido visto pulando o muro da casa. Uma vez dentro do local, ele (Cleiton) matou primeiramente o filho dela (Sonivânia) para depois tentar matar a ex-companheira, o que ele acabou não conseguindo concretizar”, detalhou o policial civil, com base no relato da mãe.

Cleiton conseguiu-se evadir-se do local, e está foragido. O adolescente assassinado era fruto do casamento anterior de Sonivânia com Vangelho Matias da Costa. As policias Civil e Militar de Niquelândia estão, nesse exato momento, mobilizadas à prisão do assassino do garoto para dar uma rápida resposta à sociedade da cidade do Norte do Estado, diante de tão abominável tragédia.

O Corpo de Bombeiros de Niquelândia foi a primeira força de Segurança Pública a chegar no local, após Sonivânia pedir por socorro ao filho, mas não havia mais o que ser feito para salvar a vida do adolescente.

O corpo de Matheus foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Uruaçu para as providências de praxe. Segundo o escritório local do Grupo Serpos, ainda não há informações exatas sobre horários de velório e sepultamento do jovem.

FORAGIDO – Polícias Civil e Militar de Niquelândia estão à procura de Cleiton Ataídes, que enforcou enteado de 16 anos e tentou matar a ex-companheira no Residencial Colina Park [Foto: Reprodução/Facebook]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar