Eleições 2020Niquelândia

Covid-19: Prefeito deixa de ir em abertura de comitê após MP flagrar aglomeração em Niquelândia

Fernando Carneiro e seu vice, Carlos da Líder, foram orientados por coordenadores de campanha para que se ausentassem: presença de ambos dificultaria dispersão de apoiadores para evitar avanço da pandemia, conforme recomendação do juiz Hugo de Souza Silva

Os candidatos a prefeito e vice-prefeito de Niquelândia da Coligação Juntos Podemos Mais – Fernando Carneiro (PSD) e Carlos Roberto Oliveira, o Carlos da Líder (DEM), respectivamente – não compareceram à inauguração do comitê eleitoral de ambos no final da tarde desta quarta-feira (14) num ponto comercial da Avenida Brasil, região central do município.

Decisão nesse sentido foi tomada às pressas pela coordenação de campanha após intervenção do Ministério Público (MP) e da Polícia Militar (PM) no decorrer do evento, para conter a proliferação da Covid-19 na cidade do Norte do Estado dada a aglomeração de pessoas que ocorreu no trecho da avenida entre as ruas Presidente Costa e Silva e Poeta Castro Alves.

À esquerda da foto, PM registra imagens de aglomeração de pessoas durante inauguração de comitê eleitoral do prefeito Fernando Carneiro: candidato a reeleição, ele acabou não comparecendo ao evento em Niquelândia [Foto: Excelência Notícias]
Como se sabe, o juiz da 41ª Zona Eleitoral de Niquelândia, Hugo de Souza Silva, expediu recomendação a todos os candidatos a cargos públicos no município nas eleições municipais deste ano para seguissem a Nota Técnica da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) sobre ações políticas ao em ambientes públicos e privados até a eleição, marcada para o dia 15 de novembro.

Na noite de ontem (terça-feira/13), a cidade contabilizava 823 casos confirmados de Covid-19, com 27 óbitos.

Em linhas gerais, toda e qualquer manifestação que reúna mais de 10 pessoas é considerada aglomeração pela Justiça Eleitoral. Dessa forma, uma serventuária do MP e dois PMs fizeram registros fotográficos da movimentação política da Coligação Juntos Podemos Mais.

Aglomeração durante inauguração do comitê de campanha do prefeito Fernando Carneiro, que disputa a reeleição em Niquelândia: cidade possui 823 casos de Covid-19 [Foto: Excelência Notícias]
Nas calçadas ao redor, apoiadores e correligionários do prefeito Fernando Carneiro, que disputa a reeleição; e do empresário do DEM, que pleiteia um cargo público pela primeira vez – empunhavam com disposição bandeiras com o número do candidato do PSD.

Na porta do comitê, improvisou-se um ‘drive-thru’ para que carros e motos fossem adesivados. Apesar da relativa organização para que tudo transcorresse da melhor forma possível, o trânsito na avenida ficou complicado.

No final das contas, para que os apoiadores se dispersassem e a aglomeração dos militantes fosse encerrada – em atendimento ao que foi solicitado pelo MP e pela PM – a coordenação política determinou o desligamento do sistema de som que tocava o jingle da campanha a reeleição do prefeito Fernando Carneiro.

Membros da coordenação de campanha tentaram, sem sucesso, conversar com a serventuária do MP e com os PMs que fiscalizaram aglomeração de pessoas na abertura de comitê: evento precisou ser abortado em Niquelândia [Foto: Excelência Notícias]
COORDENADOR REAGE COM NATURALIDADE – “Tentamos, de todas as formas, nos ajustar e nos adequar à portaria do juiz eleitoral com relação à pandemia, no que diz respeito aos protocolos de higiene. Mas, infelizmente, fomos surpreendidos por eles [o MP e a PM] que nos relataram a existência de muitas denúncias [sobre aglomerações em eventos políticos]. Mas acho que, no nosso caso específico, não houve tamanha aglomeração. Nós, no entanto, temos percebido vários casos de aglomerações à noite e aos finais de semana, que não estão sendo coibidos [pelo MP e pela PM] com a mesma intensidade. Mesmo assim, como tratou-se de uma determinação, decidimos encerrar o evento que, de certa forma, pode ser considerado um sucesso. No decorrer da campanha, vamos tentar seguir ainda mais à risca todos os protocolos e exigências da Justiça Eleitoral sobre a pandemia”, afirmou o advogado e coordenador da campanha da Coligação Juntos Podemos Mais, Sandro Bernardes Rocha Araújo.

PRECAVIDOS – “No decorrer da campanha, vamos tentar seguir ainda mais à risca todos os protocolos e exigências da Justiça Eleitoral sobre a pandemia”, afirmou o advogado Sandro Rocha, coordenador da campanha da Coligação Juntos Podemos Mais, ao Portal Excelência Notícias [Foto: Divulgação] 
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias