Publicidade

Uruaçu

Polícia Civil recupera eletrônicos furtados em caminhão do Magazine Luíza

Numa casa da cidade, PC localizou três TV's 43" e 18 dos 21 celulares furtados do baú do caminhão, arrombado na noite do dia 6: autor do furto era contratado por um lojista de Uruaçu para violar os caminhões, mas ambos estão foragidos

A Polícia Civil de Uruaçu recuperou na manhã da sexta-feira (15), numa casa do Setor Nossa Senhora da Abadia, produtos eletrônicos que haviam sido furtados mediante arrombamento de um caminhão-baú da rede de lojas Magazine Luíza.

De acordo com o delegado Rafhael Neris Barboza, titular da unidade policial, o fato havia ocorrido por volta da uma hora da madrugada da quinta-feira (6) no estacionamento de um posto de combustíveis às margens da rodovia BR-153, onde o motorista parou para descansar.

O morador da casa conseguiu fugir mas, no imóvel, a PC localizou 18 dos 21 celulares furtados, bem como três televisores de 43 polegadas subtraídos naquele dia.

Fora isso, segundo a autoridade, a PC também apreendeu dois simulacros (réplicas) de arma de fogo.

Vulgarmente chamadas de “armas de brinquedo”, chamaram a atenção do delegado de Uruaçu pelo alto grau de similaridade com revólveres de fato; e pelo potencial quadro de estresse pós-traumático que poderiam causar em outros caminhoneiros que fossem vítimas de assaltos a mão-armada.

Na oportunidade, sem perceber que o caminhão havia sido violado, o motorista João Lennon Sousa Lima dos Reis chegou normalmente à filial do Magazine Luiza em Uruaçu, na Avenida Tocantins, para descarregar. Porém, a chave que ele tinha em mãos não abria o cadeado que trancava o baú.

Polícia Civil apurou que televisores (foto) e demais eletrônicos seriam revendidos a preços mais em conta por determinado comerciante de Uruaçu, que está foragido {Foto: Divulgação/PC]

Restou constatado que, após o arrombamento, o autor do furto colocou outro cadeado na tranca do caminhão-baú para não levantar suspeitas do motorista.

Ninguém foi preso, mas as investigações para localizar os autores seguem intensas, segundo o delegado.

Rafhael Neris no entanto, revelou que a investigação apurou o indivíduo-morador da casa onde estavam os eletrônicos fora contratado para tal ilícito pelo proprietário de um determinado estabelecimento comercial da cidade do Norte do Estado.

Uma vez localizado e preso, o comerciante deverá ser indiciado em inquérito policial pelo crime de “receptação qualificada”. Segundo a autoridade policial, ele valia dos furtos “encomendados” a criminosos de Uruaçu para revender os celulares e os televisores por preços menores que os praticados pela concorrência devidamente legalizada no município.

Segundo o delegado da cidade, em que pese não ter localizado os autores do furto contra a carga do Magazine Luiza, a recuperação de praticamente a totalidade das mercadorias se mostrou igualmente importante pois evidencia a determinação da Polícia Civil em dar pronta resposta à sociedade local sobre o combate à criminalidade no município, onde moram 40 mil pessoas.

VÍTIMAS SATISFEITAS COM O DESFECHO – “Se eu esperasse pelo desenrolar do inquérito, aguardando o Poder Judiciário nos conceder um mandado de prisão (contra o comerciante e contra o autor do furto, propriamente dito) nós (a Polícia Civil) teríamos perdido as mercadorias para esses criminosos. Acho que a vítima (o caminhoneiro e a própria loja, no caso) não ficaria satisfeita se prendêssemos apenas os criminosos; e não tivéssemos nenhuma mercadoria para devolver, mesmo sabendo que as cargas possuem seguro de transporte. Por isso, vejo que a sociedade uruaçuense está confiando cada vez no nosso trabalho”, comentou o delegado Rafhael Neris, em entrevista ao Excelência Notícias na tarde do sábado (15).

Mercadorias recuperadas após furto em caminhão do Magazine Luiza, em Uruaçu: resposta rápida da Polícia Civil da cidade do Norte do Estado [Foto: Divulgação/PC]

 

 

 

Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar