Publicidade

Niquelândia/Muquém

PRE intensifica fiscalização na GO-237/Muquém para coibir tráfego de veículos no Caminho dos Romeiros

Faixa de asfalto às margens da rodovia, inaugurada em 2018 pelo Governo de Goiás para atender devotos de Nossa Senhora da Abadia durante a romaria em agosto, está sendo usada de forma indevida por carros e motos que buscam 'rota alternativa' aos buracos da pista principal: PRE vai multar infratores

A base da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) em Uruaçu reforçou, no último final de semana, ações de fiscalização na GO-237/Rodovia da Fé – no trecho entre Niquelândia e o Povoado do Muquém – após denúncias de que carros e motos estariam trafegando de forma irregular no chamado “Caminho dos Romeiros” como rota alternativa à buraqueira no asfalto da pista principal.

Como se sabe, essa área do “Caminho dos Romeiros” é uma estreita faixa de asfalto às margens da estrada inaugurada ano passado pelo Governo de Goiás – em função de antiga reivindicação da direção do Santuário de Nossa Senhora da Abadia  – para garantir a segurança dos peregrinos que vão a pé até a igreja por ocasião da Romaria do Muquém todos os anos, entre os dias 5 e 15 de agosto. O principal risco é de atropelamentos.

FISCALIZAÇÃO TAMBÉM NA GO-132 – Além do trabalho na GO-237/Muquém, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) também está monitorando o tráfego de veículos no trevo de entrada de Colinas do Sul, junto ao pórtico do município [Foto: Divulgação/PRE]
Na semana passada, em vídeo amplamente divulgado em grupos de WhatsApp em Niquelândia, era possível notar uma caminhonete de cor prata trafegando em altíssima velocidade pelo “Caminho dos Romeiros”, onde deveriam transitar somente pessoas e bicicletas. O flagrante foi feito por outro motorista, que passava pela GO-237.

“Essa via, destinada aos romeiros, não possui capacidade para o trânsito de veículos, além desse fato representar infração por trafegar em lugar proibido. Por isso, vamos intensificar as abordagens nesse trecho; a verificação dos documentos dos veículos e dos seus respectivos condutores; e notificar o condutor por trafegar em local indevido. Porém, nos também estamos cientes das condições desta rodovia; e já fizemos ofício à Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra, antiga Agetop), juntamente com o promotor Pedro Alves Simões (do MP de Niquelândia) para reparos na pavimentação; manutenção; e sinalização da pista principal; e colocação de obstáculos (guard rail) para evitar que esses condutores transitem pelo Caminho dos Romeiros”, detalhou o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (3º BPMRv), tenente-coronel Reginaldo Felisbino Rosa

O oficial, que conversou com exclusividade no final da tarde desta segunda-feira (01/04) com o Portal Excelência Notícias, pediu aos moradores de Niquelândia – especialmente aqueles que nunca tiveram nenhum tipo de problema com a polícia – que auxiliem a PRE na fiscalização/conservação da Rodovia da Fé e do próprio Caminho dos Romeiros.

DE OLHO NOS IRRESPONSÁVEIS – PRE fez ações de fiscalização neste final de semana entre o Santuário do Muquém e a terceira etapa do Jardim Atlântico, na GO-237/Muquém-Niquelândia [Foto: Divulgação-PRE]
SOBRECARGA PODE COMPROMETER ESTRUTURA – “Se começarmos a transitar como veículos e caminhões pesados nessa área destinada à peregrinação, logo essa área não aguentará a sobrecarga. Por isso, de agora em diante, teremos uma fiscalização rígida nessa rodovia em direção ao Muquém.  O prefeito de Niquelândia (Fernando Carneiro) também já nos deu seu apoio, fazendo a mesma solicitação dos reparos no asfalto à Goinfra. Mas, antes dessa obra de reparo propriamente dita, a primeira coisa a ser feita é uma questão de educação. Ou seja, não transitar sob hipótese alguma com veículos nesse Caminho dos Romeiros, que é uma via feita para pedestres e não para carros. Seremos duros com quem estiver cometendo essa infração”, comentou o comandante do 3º BPMRv.

Ele também lembrou que os militares da PRE/Uruaçu, quando fazem patrulhamento na GO-237/Muquém, estão encontrando grande quantidade de lixo às margens da rodovia – jogado “de forma criminosa, uma coisa horrível” segundo Reginaldo Felisbino – não apenas durante a Romaria do Muquém mas também por grupos que fazem caminhadas; e de ciclistas, ao longo do ano.

De acordo com o comandante do 3º BPMRv, denúncias sobre irregularidades na GO-237/Muquém (entre os quilômetros 153 e 109) podem ser feitas no telefone funcional da PRE em Uruaçu, (62) 99969-6828.

Reginaldo também orienta motoristas e pedestres a filmarem/fotografarem os problemas encontrados. O material que poderá servir de apoio à eventual punição dos responsáveis por tráfego irregular de carros/motos/caminhões no Caminho dos Romeiros e outras situações parecidas.

LIXO – Outra preocupação do coronel Reginaldo Felisbino é o acúmulo de lixo às margens da GO-237/Muquém: grupos de caminhada e de ciclistas seriam os principais responsáveis pela prática nociva ao meio-ambiente [Foto: Divulgação/PRE]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar