Niquelândia

Faeg, Sindicato Rural e PM garantem ‘Patrulha Rural Georreferenciada’ em 1.000 propriedades

Número diz respeito à primeira fase do "Programa de Segurança Rural de Niquelândia", que prevê cadastramento de 4 mil propriedades: José Mário Schereiner, deputado federal e presidente da Faeg, esteve na cidade para dar seu aval ao sucesso do projeto que garante segurança ao homem do campo

Em solenidade com a presença do deputado federal José Mário Schereiner (DEM) – presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) – foi lançado na última semana o “Programa de Segurança Rural no Município de Niquelândia”, em solenidade realizada no plenário do Poder Legislativo.

Fruto de uma parceria firmada entre o 18º Comando Regional de Polícia Militar (18º CRPM, sediado em Uruaçu) com o Sindicato Rural de Niquelândia, a Patrulha Rural Georreferenciada (nome oficial da iniciativa) atenderá inicialmente 1.000 propriedades rurais na cidade do Norte do Estado, que serão conectadas ao Centro de Comando e Controle Rural da PM, em Goiânia.

FAEG APÓIA – José Mário Schreiner, deputado federal e presidente da Faeg, esteve em Niquelândia para o lançamento oficial do programa [Foto: Excelência Notícias]
Dessa feita, igual número de placas de madeira – com o número de cadastro de cada propriedade no sistema, além dos números de telefones celulares de atendimento da PM à cada região – foram doadas pelo empresariado niquelandense.

“Estive em Montividiu do Norte, onde constatei um índice de impressionantes 80% da redução da criminalidade na zona rural, onde esse programa está funcionando muito bem.  Lá, em Montividiu, não se ouve mais falar em roubo de gado; não se ouve mais falar da presença dessas pessoas (criminosos) que antes amolavam quem está trabalhando e produzindo”, afirmou Zé Mário, no evento realizado na Câmara Municipal de Niquelândia na tarde da quinta-feira (30).

Diego Coelho, novo presidente do Sindicato Rural de Niquelândia [Foto: Excelência Notícias]

De acordo com o parlamentar e presidente da Faeg – que recebeu 1.140 votos em Niquelândia em 2018, quando elegeu-se deputado federal – o trabalho da PM goiana é motivo de aplausos, uma vez que o sistema desenvolvido no Estado é modelo até para o Japão.

Zé Mário destacou que o georreferenciamento para fins de segurança já foi implantado em outros Estados do Brasil, tendo como inspiração a tecnologia utilizada pelo Governo Federal em grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Cirino Vicente Ferreira presidiu o Sindicato Rural de Niquelândia nos últimos anos e não poupou elogios à Zé Mário pelo apoio que recebeu do presidente da Faeg na administração da entidade [Foto: Excelência Notícias]

“Esse programa começou a ser construído – tempos atrás, a quatro mãos – com a Faeg; com os sindicatos rurais; com os produtores rurais; e com a Polícia Militar. Há poucos dias, em apenas um dia, recebemos em Goiânia comitivas de 13 Estados para conhecer o funcionamento do Centro de Comando e Controle, que tem todo o controle das patrulhas rurais do Estado”, disse o deputado federal, em Niquelândia.

Ainda na condição de presidente eleito do Sindicato Rural de Niquelândia – horas antes de ser definitivamente revestido no cargo – Diego Coelho Pereira da Silva afirmou que a realização desse trabalho em conjunto, tal como foi idealizado, busca levar a paz e a tranquilidade para o homem do campo produzir os alimentos que chegarão às casas das pessoas, ajudando assim no desenvolvimento do município”, afirmou o jovem produtor rural, de apenas 27 anos.

Plenário da Câmara Municipal de Niquelândia recebeu excelente público por ocasião do lançamento da a Patrulha Rural Georreferenciada na cidade do Norte [Foto: Excelência Notícias]

Na ocasião, Diego Coelho também enalteceu o legado deixado por seu antecessor no Sindicato Rural, Cirino Vicente Ferreira; bem como as ações frutíferas de Zé Mário, enquanto idealizador do programa na condição de presidente da Faeg.

Cirino Vicente – que entregou o cargo para Diego na noite daquele dia – julgou ser de grande importância para o município o lançamento da Patrulha Rural Georreferenciada.

Cirino também destacou que a Faeg Jovem, anteriormente presidida por Diego Coelho, foi muito importante enquanto esteve à frente do Sindicato Rural.

Paulo Helder Martins, coordenador-geral do Sindicato Rural, fez o detalhamento do projeto que será realizado em Niquelândia em parceria com a PM [Foto: Excelência Notícias]
Para o veterano produtor, a Faeg Jovem mostrou aos nossos jovens produtores niquelandenses que no campo também existem soluções à geração de emprego e renda.

ANTES E DEPOIS – “A Faeg e o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) têm histórias: uma antes e outra depois do nosso presidente, José Mário Schereiner O produtor rural em grande escala, do agronegócio;  e o pequeno produtor, da agricultura familiar, devem muito à sua pessoa. O senhor foi foi um grande contribuidor da nossa gestão, que estou deixando  de cabeça erguida. Graças a Deus – e aos meus diretores e colaboradores – o sindicato rural tem feito um trabalho incessante em prol da agricultura; e dos produtores rurais e familiares de Niquelândia”, afirmou Cirino.

“A implementação da iniciativa da Faeg abraçada pela Polícia Militar nada mais é do que o uso das ferramentas modernas a favor da comunidade”, afirmou o tenente-coronel Vanderlei, comandante do 18º CRPM

 

O QUE DISSE A POLÍCIA MILITAR – De acordo com o tenente-coronel Vanderlei Carlos Medeiros, comandante do 18º CRPM em Uruaçu, a corporação participou do lançamento desse projeto em Niquelândia com enorme satisfação

Na entrevista ao Excelência Notícias, o oficial da PM disse que sua intenção é ofertar os serviços da Patrulha Rural Georreferenciada para todos os municípios sob sua jurisdição.

Segundo o tenente-coronel, pelo fato de Niquelândia ser o maior município em extensão territorial de todo o Estado (9.843 km²), existem comunidades rurais distantes mais de 100 quilômetros da área central do município, cujos moradores enfrentam carências na área de Segurança Pública.

Dessa feita, o programa – cuja iniciativa-modelo na região se deu em Mara Rosa – torna-se bastante necessário à zona rural niquelandense. Em todo o Estado, cerca de 11 mil cadastros já foram efetivados, segundo o tenente-coronel Vanderlei.

Em Niquelândia, o cadastramento das 1.000 propriedades rurais iniciais estará sob responsabilidade do capitão Davi Jorge Toledo Cabral, atual comandante da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) da cidade.

Paulo Helder, tenente-coronel Vanderlei e o capitão David Cabral: 18º CRPM alerta que o projeto só funcionará em Niquelândia com apoio dos proprietários rurais e da população [Foto: Excelência Notícias]

Na etapa de cadastro, os donos das propriedades rurais terão de responder a um questionário que listará todos os equipamentos existentes (a marca, modelo e o ano de fabricação de um trator ou equipamento similar, por exemplo); nome completo de todos os funcionários; número total de cabeças de gado, bem como das respectivas raças; foto da marca da propriedade no bovino; e do instrumento de ferro utilizado nessa marcação; dentre outras necessidades, para que o sistema funcione o mais rápido possível.

Ainda de acordo com o tenente-coronel, a implementação da iniciativa da Faeg abraçada pela Polícia Militar nada mais é do que o uso das ferramentas modernas a favor da comunidade.

Capitão David Cabral [à esq.] comandante da PM em Niquelândia será o responsável pela etapa de cadastros, segundo o tenente-coronel Vanderlei [à dir.] – [Foto: Excelência Notícias]
“Esse sistema é importante para a proteção da vida e do patrimônio de quem vive e trabalha no campo. Na prática, a própria PM fará o georreferenciamento de todas as propriedades rurais, montando o seu banco de dados e uma placa será afixada na porteira da propriedade rural. Em caso de ocorrência, ou suspeita, o cidadão ligará na PM e indicará o número indicado na sua placa. Isso é um facilitador para que as equipes cheguem de imediato na localidade que solicita o serviço”, explicou o oficial da PM.

PATRULHA RURAL – Por ocasião da cerimônia, o Sindicato Rural de Niquelândia entregou ao comandante do 18º CRPM um abaixo-assinado onde diversos produtores rurais solicitam que o Estado disponibilize mais uma caminhonete para a Patrulha Rural da corporação no município.

De acordo com o tenente-coronel, conseguir que o veículo chegue à 4ª CIPM de Niquelândia não é o maior problema, mas sim a defasagem de efetivo para a formação de uma nova equipe voltada ao trabalho de Patrulha Rural na cidade, que possui 45 mil habitantes.

“Conseguimos baixar todos os índices de criminalidade no Estado de Goiás e, em Niquelândia, isso não é diferente. Damos o máximo para contribuir com a sociedade. Apesar das dificuldades inerentes à nossa atividade, nossa missão é trabalhar diuturnamente em prol da segurança do cidadão”, afirmou o oficial da PM.

COLABORADOR EMÉRITO – Zé Mário (à esq.) e Cirno Vicente (à dir.) entregam homenagem ao engenheiro Joel (c) – [Foto: Excelência Notícias]
PRESENÇAS – Além das presenças já citadas no decorrer desta reportagem, a solenidade de lançamento do programa em Niquelândia foi prestigiada pela secretária de Governo, Geriana Joaquim da Silva (que representou o prefeito Fernando Carneiro/PSD); pela vereadora Iris Rincon (PDT) e pelo vereador Erivaldo Mendanha da Silva, o Piqui (PSD), dentre outros parlamentares; pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Niquelândia (Acin), Ronaldo Fernandes da Silva; pelo secretário municipal de Agricultura, Lucas Souza Morais; pelo atual diretor da Unidade Prisional de Niquelândia (UPN), Tancredo Alves; pela gerente de Operações e de Suporte Estratégico da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Brasília; pelo analista-técnico de Leonardo José de Oliveira, representando a Gerência Regional Norte do Sebrae, de Porangatu; o superintendente do Senar Goiás, Dirceu Borges; o empresário e suplente de deputado estadual em Uruaçu, Azarias Machado Neto, o Machadinho (DEM); e o coordenador-geral do Sindicato Rural de Niquelândia, Paulo Helder Martins, que acompanhou todos os trâmites de projeto.

Naquele dia, o engenheiro agrônomo Joel dos Santos Peixoto foi agraciado com o diploma de “colaborador-emérito” do Programa de Segurança Rural em Niquelândia, pelas mãos de Cirino Vicente e do deputado Zé Mário.

Lançamento do Programa de Segurança Rural, na Câmara Municipal de Niquelândia, contou com a presença de representantes de diversos segmentos da sociedade [Foto: Excelência Notícias]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias