Publicidade

Artigos

Principais tipos de manchas na pele e como eliminá-las

Diversos tipos de manchas de pele, ao longo da vida, podem surgir em nosso corpo: maiores ou menores, elas possuem características bem específicas que podem ser resolvidas com cuidados mais simples, do dia a dia, na comparação com o temido câncer de pele, que requer mais atenção

Em um mundo moderno, é difícil encontrar mulheres que não se preocupam em ter uma pele bem cuidada e com estética invejável.

Mas o que fazer quando surgem manchas na pele? Embora sejam muito comuns, existem vários tipos de manchas e os tratamentos variam bastante conforme cada causa. Confira:

TIPOS DE MANCHAS NA PELE MAIS COMUNS

Melasma – Essa mancha na pele (clique aqui) se apresenta com a coloração marrom escura e costuma ser mais comum do que se imagina.

Geralmente, as marquinhas surgem em locais que estão mais expostos à luz do sol, como braços, colo, mãos; e rosto.

O principal fator que desencadeia o problema é a exposição solar sem proteção, que acaba aumentando a produção de melanina para a proteção da pele – e gerando sua deposição, que causa as manchinhas escuras.

Assim, o melasma acaba sendo mais comum em mulheres dos 20 aos 50 anos que não capricharam na proteção solar ou que sofreram desequilíbrios hormonais.

COMO TRATAR O MELASMA? – Os tratamentos (clique aqui ) para essa condição variam bastante de paciente para paciente e requerem o acompanhamento com dermatologista especializado.

Dentre as técnicas mais efetivas para solucionar o problema, temos: peeling, laser, uso de cremes específicos e a dermoabrasão (clique aqui) – que funciona como uma raspagem cirúrgica.

MANCHAS DE ACNE – Um dos principais tipos de manchas presentes na pele são as cicatrizes da acne.

Geralmente elas tendem a ser mais comuns em adolescentes ou pessoas adultas que sofreram com uma acne mais severa – mas podem atingir absolutamente qualquer pessoa.

TRATAMENTOS –  Assim como o melasma, as marcas de acne envolvem vários tratamentos disponíveis.

Dentre os principais, podemos citar: realização de peeling químico ou físico, uso de dermatocosméticos clareadores, uso de filtros solares diários com ação sobre as manchas ou produtos ricos em ácidos.

É muito importante sempre procurar ajuda dermatológica. Alguns casos envolvem não só o tratamento das manchas, mas também a presença de acne ativa (mesmo em adultos), sendo necessário condutas adequadas para reverter o problema e evitar manchas ainda mais graves.

MANCHAS CAUSADAS PELO SOL – Manchas que são geradas pela exposição solar costumam surgir com maior frequência em pessoas mais velhas (acima dos 40 anos) e que ficam muito expostas ao sol sem proteção.

Nesses casos, além de tratar as manchas, um aconselhamento para a proteção solar é crucial, visto que o câncer de pele pode ser desenvolvido com maior facilidade em quem não protege o órgão.

COMO TRATAR?  Os tratamentos geralmente abordam o uso de cremes clareadores e esfoliações, mas podem variar conforme cada situação e condições do paciente.

DERMATITE – A dermatite se caracteriza como manchas vermelhas na pele e se trata de reações inflamatórias.

Além de gerar aspecto indesejável, as dermatites coçam, podem ressecar a pele e até gerar rachaduras.

Mesmo que ela não seja contagiosa, é muito importante optar pelo tratamento e evitar que manchas fiquem na pele mesmo após os sintomas diminuírem.

TRATAMENTO – O tratamento sempre varia conforme o tipo e causa da dermatite. Mas de maneira geral, o uso de cremes corticoides pode ser muito recomendado.

Além disso, é crucial descobrir a causa e eliminar o que causou alergia (que muitas vezes é algum produto ou comida ingerida).

MICOSES DE PELE – As micoses de pele ou de praia, também conhecidas como pano branco, surgem como manchas esbranquiçadas sobre a pele.

Com o passar do tempo, essa micose acaba se espalhando pelo tecido e por isso deve ser tratada de maneira adequada.

TRATAMENTO PARA PANO BRANCO –  Durante o período recomendado pelo médico, deve-se fazer uso de cremes antifúngicos tópicos.

Quando a área afetada é muito grande para utilizar cremes tópicos, um antifúngico oral é bem-vindo – mas deve sempre ser feito por recomendação médica (vistos que os alopáticos geralmente são fortes e afetam o fígado).

MANCHAS EM PESSOAS DIABÉTICAS – Você já percebeu que algumas pessoas que sofrem com diabetes apresentam manchas mais escuras ao redor do pescoço?

Conhecida como “manchas de diabetes”, essas manchinhas costumam incomodar quem sofre com a doença – principalmente em regiões como pregas de pele, pescoço, axilas ou abaixo das mamas.

TRATAMENTO – O tratamento envolve identificar a causa do problema (que está relacionado com o diabetes) e tratá-la. Além disso, cremes clareadores podem ser ótimos para uniformizar as tonalidades da pele e melhorar o bem-estar do paciente.

DICAS PARA EVITAR MANCHAS NA PELE – Independente de sua causa, alguns hábitos saudáveis e diários podem contribuir para manter a saúde da pele em dia e evitar o surgimento de manchinhas na pele.

USE PROTETOR SOLAR – Além de prevenir câncer de pele, o uso de protetor solar é uma das principais condutas para ter uma pele saudável, livre dos sinais do envelhecimento e bem cuidada – sem manchinhas indesejáveis.

Se todas as pessoas se protegessem bem do sol, com certeza os números de casos de câncer de pele não seriam tão alarmantes quanto são!

LIMPE E HIDRATE A PELE DIARIAMENTE – Uma pele bem limpa e hidratada é crucial para quem quer manter a saúde do órgão em dia e evitar problemas com ressecamentos ou rachaduras – que podem ser péssimos a longo prazo.

Além disso, quando a pele está bem limpa, fica mais difícil sofrer com cravos e espinhas – que deixam marcas bem indesejáveis quando não são bem tratados (ou seja, na maioria dos casos).

CONSIDERAÇÕES FINAIS – Agora que você conferiu os principais tipos de manchas na pele e seus tratamentos, que tal cuidar mais desse importante órgão e evitar o surgimento de problemas?

Lembre que manter uma rotina de hábitos diários é a principal prevenção para as manchas, não esquecendo jamais do protetor solar!

Além disso, procure sempre um dermatologista se notar alguma pinta ou mancha estranha, pois o tratamento precoce sempre é a melhor opção.

Palavras-chave
Botão Voltar ao topo
Fechar