Publicidade

Goiânia

Niquelândia e Porangatu representam Norte do Estado na diretoria do Sindicato dos Jornalistas de Goiás

Novamente presidida por Cláudio Curado, entidade possui, em sua diretoria, os jornalistas Euclides Oliveira e Sheilismar Ribeiro: ambos ocupam cargos no Conselho Fiscal do Sindjor-GO para defender profissão no Norte do Estado com mandato de três anos, até 2022

Dois jornalistas profissionais do Norte do Estado foram empossados recentemente como diretores-regionais do Sindicato dos Jornalistas de Goiás (Sindjor-GO), ocupando cargos efetivos no Conselho Fiscal da entidade sediada em Goiânia e novamente presidida por Cláudio Curado Neto.

Dessa feita, as cidades de Niquelândia e de Porangatu estão efetivamente representadas no quadro diretivo do Sindjor para o triênio 2019-2022.

NIQUELÂNDIA – O jornalista e editor-geral do Portal Excelência Notícias em Niquelândia, Euclides Oliveira, compõe a diretoria do Sindjor em Goiânia pela primeira vez. Com 20 anos de carreira, o profissional completará 15 anos de residência no Norte do Estado, desde que deixou Jundiaí-SP para atuar no Jornal Diário do Norte, onde permaneceu até setembro de 2016.

Apesar de filiado ao Sindjor desde 2010, a participação de Euclides na entidade se resumia às visitas corriqueiras que o atual dono do Excelência Notícias fazia na capital.

Mas foi justamente em março de 2016 – ocasião em que foi ameaçado por telefone por um então vereador da cidade do Norte do Estado – que houve maior aproximação de Euclides Oliveira com o Sindjor. O caso foi publicado no próprio DN e por outros meios de comunicação da capital.

Cláudio Curado era o presidente do Sindjor na ocasião e articulou inúmeras ações protetivas ao então repórter do DN, junto à Secretaria Estadual de Segurança Pública, à época sob responsabilidade do então vice-governador José Eliton Júnior (PSDB).

Mais recentemente, o novo presidente do Sindjor saiu em defesa de Euclides Oliveira e do Portal Excelência Notícias quando a assessoria de um famoso padre da Renovação Católica Carismática (RCC) na capital quis exigir a retirada de uma imagem do religioso numa missa em Niquelândia, numa Missa de Cura e Libertação na Paróquia São Sebastião.

A intervenção do Sindjor foi decisiva para que o imbróglio fosse resolvido, evitando que a foto fosse efetivamente censurada pela assessoria do jovem religioso.

CONFIANÇA NA ENTIDADE – “Lembro-me bem que, no começo de 2016, eu estava com três anos de mensalidades atrasadas no Sindjor. Negociei e paguei à vista, com um ótimo desconto, pois acredito no trabalho da entidade como verdadeiramente representativa da nossa classe de jornalistas. Só não esperava ter que pedir auxílio diretamente à minha pessoa, em função do veemente constrangimento que sofri por parte de um agente político de Niquelândia. Tempos depois, restabeleci a relação profissional com esse político, hoje sem mandato, pois é assim que tem que ser a conduta social de pessoas honradas, como ele foi ao me pedir desculpas no ano passado pelo erro que cometeu. nunca mais deixei de pagar o sindicato e o convite para compor a diretoria, da parte do nosso presidente Cláudio, ocorreu naturalmente”,  detalhou o proprietário do Portal Excelência Notícias.

ENFIM, EMPOSSADOS – Novos diretores do Sindicato dos Jornalistas de Goiás na foto oficial após a assinatura do Termo de Posse no último dia 10 na Assembleia Legislativa, em Goiânia [Foto: Léo Iran]
PORANGATU – Reeleita para um mandato de três anos, Sheilismar Ribeiro é a atual coordenadora de jornalismo da Rede Serra Azul e apresentadora de programas jornalísticos na Rádio Nova Era 94,3 FM, ambos veículos de comunicação sediados em Porangatu.

Após compor a diretoria com o então presidente do Sindjor, Luiz Spada, a profissional de Porangatu foi convidada a permanecer na diretoria da entidade, compondo a chapa única montada por Claudio Curado, que era tesoureiro do Sindjor até então.

SINDICATO FORTE – “Tanto eu como o Euclides somos filiados ao Sindjor há muitos anos pois reconhecemos que a garantia do pagamento do piso salarial da nossa categoria – bem como a atualização anual  desse valor e da nossa carga horária específica (cinco horas por dia), dentre outros direitos conquistados – é pela luta e pelo trabalho de muitos anos do nosso sindicato, que nos fornece assessoria jurídica e resolução rápida para conter a rispidez de alguns entrevistados ou outras pessoas que ficaram insatisfeitas por terem virado notícia no dia a dia da nossa profissão”, comentou Sheilismar.

PORANGATU NA DIRETORIA – Sheillismar Ribeiro, da Rede Serra Azul em Porangatu, continua no Conselho Fiscal do Sindjor-GO durante assinatura do termo de posse, ao lado da veterana e respeitadíssima Laurenice Noleto [Foto: Léo Iran]
COMO FOI A POSSE – A solenidade de posse da nova diretoria do Sindjor-GO aconteceu durante o encerramento do 8º Congresso Estadual de Jornalistas de Goiás, realizado na sexta (9) e no sábado (10) na Assembleia Legislativa, em Goiânia. O novo vice-presidente é o jornalista da TV Anhanguera Márcio Venício, apresentador do Jornal do Campo há 5 anos. A chapa foi eleita com 95 dos 96 votos apurados, entre os dias 16 e 18 de julho.

INTERIORIZAÇÃO – Fizemos questão que, nesse novo mandato, que a chapa pudesse ser composta por jornalistas do interior, que possam estar mais atentos às necessidades dos colegas nas regiões onde moram. De um modo geral, estávamos muito atrelados à realidade e as dificuldades da profissão em Goiânia e na Região Metropolitana. Porém, o trabalho da imprensa profissional no interior possui demandas específicas. Com novos diretores – seja no Norte, no Sul, no Sudoeste ou no Oeste Goiano, por exemplo – queremos que o nosso sindicato discuta a situação do jornalismo e do jornalista que atua distante da capital não apenas para protegê-los de abusos de autoridades, mas também para a construção de propostas de valorização desses profissionais, com foco na valorização do conhecimento e formação específica superior na área, no próprio interior do Estado”, comentou o novo presidente do Sindjor-GO.

DE VOLTA, EM CHAPA ÚNICA – Após três anos como tesoureiro, o jornalista Cláudio Curado reassumiu o cargo de presidente do Sindicato dos Jornalistas em Goiás [Foto: Euclides Oliveira]
Cláudio Curado também apresentou, por ocasião da posse, agenda positiva de ações que serão implantadas nesta gestão como reuniões quinzenais na sede em Goiânia; visitas bimestrais as redações da capital e região metropolitana; e reuniões semestrais (ou anuais) nas cidades onde a atual gestão possui diretores regionais como Porangatu, Itumbiara, Catalão, Niquelândia e outras localidades.

A PALAVRA DO VICE-PRESIDENTE – “Nós jornalistas – em muitas vezes, no exercício da nossa atividade diária – defendemos muito mais outras categorias profissionais, mas esquecemos que a nossa que vem perdendo muito em direitos e outras garantias trabalhistas”, comentou o novo presidente Márcio Venício.

(com informações do Portal Serra Azul/Porangatu)

NOVO VICE TAMBÉM TOMOU POSSE–  Márcio Venício, jornalista da TV Anhanguera em Goiânia, agora é vice-presidente do sindicato da categoria em Goiás [Foto: Léo Iran}
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar