Niquelândia/Muquém

Polícia Rodoviária Estadual reforça efetivo na Romaria do Muquém

Militares lotados em Uruaçu, Barro Alto, Goianésia, Cabeceiras e São João D'Aliança fiscalizam tráfego de veículos na GO-237/Rodovia da Fé: foco na segurança do cidadão de bem

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (3º BPMRv), tenente-coronel Reginaldo Felisbino Rosa, conversou com exclusividade na manhã desta terça-feira (7) com o Portal Excelência Notícias sobre o trabalho que a corporação está realizando durante a 270ª Romaria de Nossa Senhora da Abadia do Muquém em Niquelândia, iniciada no último domingo (5).

Além dos policiais rodoviários lotados em Uruaçu (na GO-237, entre Uruaçu e Niquelândia), o 3º BPMRv reforçou o efetivo à segurança dos romeiros do Muquém com militares que atuam originalmente nos postos de Barro Alto; de Goianésia; de Cabeceiras; e de São João D’Aliança, que estão sob o comando do tenente-coronel.

No feriado municipal da quarta-feira (15) – feriado de Nossa Senhora da Abadia e ponto alto da romaria – a PRE terá também reforços de policiais de Goiânia e arredores da capital no posto provisório de fiscalização de veículos/condutores na GO-237/Rodovia da Fé.

A estrutura está montada nas proximidades da Barraca da OVG (Organização das Voluntárias de Goiás), na metade do caminho no trecho de 45 quilômetros entre o Povoado do Muquém e a área urbana de Niquelândia.

Nesses 11 dias, segundo o tenente-coronel, o foco da PRE na Rodovia da Fé será intensificar as ações de patrulhamento em toda a extensão do trecho da GO-237 com abordagens a veículos suspeitos ou em estado ruim de conservação; checagem de documentação de condutores; testes de alcoolemia com uso do etilômetro (popularmente conhecido com “bafômetro”) para aferir se houve ou não ingestão de álcool por parte dos condutores (A multa para quem beber e dirigir é de R$ 2.934,70); apreensão/combate ao tráfico de drogas; porte ilegal de armas de fogo; e bem como foragidos e/ou procurados da Justiça com mandado de prisão em aberto.

Ainda segundo ele, a procissão a pé entre Niquelândia e o Muquém – entre o domingo (5) e a madrugada da segunda-feira (6) – transcorreu sem maiores problemas. A PRE – bem como a Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil de Niquelândia – deram guarida à caminhada que, neste ano, encerrou-se por volta das 7 horas da manhã na última segunda.

Coronel Reginaldo também destacou o apoio dado pela Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop) para que o tráfego de veículos na Rodovia da Fé não fosse obstruído pela pressa de alguns motoristas em chegar ao Santuário, logo após o início da caminhada.

Para o oficial, a construção do “Caminho da Fé” pelo Governo do Estado, às margens da rodovia, foi uma obra que trouxe dignidade e segurança para a caminhada noturna dos romeiros.

Porém – como contraponto, numa rodovia menos congestionada sem romeiros andando a pé pelo acostamento – a tendência é de que haja um aumento na velocidade dos veículos, o que aumenta os riscos de acidente segundo ele.

Coronel Reginaldo Felisbino Rosa deu detalhes ao Portal Excelência Notícias sobre o trabalho da PRE na Romaria do Muquém, este ano (Foto: Divulgação)

PRE QUER GARANTIR TRANQUILIDADE AOS ROMEIROS –  “Nós, da Polícia Rodoviária Estadual, estamos trabalhando nesta Romaria do Muquém preocupados com a segurança das famílias, em salvar vidas. No caso de um carro desgovernado, uma situação de saída de pista – com atropelamento de uma pessoa ou de uma criança – isso será uma perca inestimável e irreparável. Essas nossas ações – com o bafômetro e as abordagens de rotina – são, propositadamente, realizadas para manter a tranquilidade de quem pega a estrada entre Niquelândia e o Muquém; e vice-versa. E as pessoas precisam justamente dessa tranquilidade para ir e voltar de lá (do Santuário) para orar e pedir suas graças, com fé. Porém, infelizmente ainda existem pessoas que vão ao Muquém para ‘festar’ e bagunçar, bem como outras intenções menos louváveis. E as autoridades – nós, do Estado – estamos presentes na Romaria do Muquém para inibir ações delituosas nesse período”, afirmou coronel Reginaldo.

Posto da PRE na GO-237, entre Niquelândia e o Povoado do Muquém: romaria segura e sem excessos é o desejo do coronel Reginaldo. Porém, os infratores sentirão o rigor da lei (Foto: Divulgação/PRE)
Palavras-chave

Veja também