Niquelândia

Operação do GPT acaba com farra de baderneiros e suas motos no Aeroporto de Niquelândia

Grupo de Patrulhamento Tático [GPT] da PM da cidade do Norte do Estado realizou operação na noite desta segunda-feira/11: pista de pousos e decolagens foi invadida por condutores sem CNH que cortaram cerca da área pública para fazer arruaça

Em operação realizada entre o início e o final da noite desta segunda-feira (11), o Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) da Polícia Militar apreendeu cinco motos e um carro que invadiram, de forma irregular, a pista de pousos e decolagens do Aeroporto de Niquelândia, para fazer manobras perigosas com os respectivos veículos.

O primeiro registro aponta que Jaime Henrique Ferreira Pimentel – de 20 anos, morador na Fazenda Ponte do Galego, na zona rural – pilotava uma motocicleta Honda NXR 160 Bros [ano 2016, cor preta, placa QDS-1694, de Niquelândia].

Sem habilitação, Jaime recebeu ordem de parada dos militares, tentou fugir e foi capturado pelo GPT.

Na Delegacia da Polícia Civil, Jaime foi autuado pela falta da CNH e também pelo crime de direção perigosa.

Outro indivíduo preso pelos mesmos crimes de trânsito foi João Victtor Mendes dos Santos, de 18 anos, morador no Setor Alto Paraíso.

Ele guiava a motocicleta Honda CG 150 Fan [cor preta, ano 2011, placa NPK-1242, de Niquelândia]. Na PC, João Victtor foi autuado por falta de CNH e direção perigosa.

O terceiro caso envolve José Francisco de Oliveira Neto, de 21 anos, morador no Bairro Belo Horizonte. Ele pilotava a motocicleta Honda Biz 125 ES [cor vermelha, ano 2008, placa NKM-5933, da Cidade de Goiás].

Na PC, José Francisco foi autuado por falta de CNH e direção perigosa.

O quarto caso relaciona a apreensão de duas motos, que estavam em poder de dois adolescentes, ambos de 15 anos. O primeiro deles guiava a motocicleta Honda CG 150 Fan [cor preta, ano 2010, placa NVZ-3813, de Uruaçu].

O outro menor pilotava a motocicleta Honda CG Titan 125 ES [cor vermelha, ano 2000, placa KEC-2448, de Aparecida de Goiânia].

Segundo a PM, restou apurado junto ao Detran-GO que a documentação dessa moto já tinha sido baixada pelo órgão de trânsito; e que por ser considerada “sucata” a moto não poderia mais estar sendo usada.

Os dois adolescentes foram apreendidos; e vão responder judicialmente pelos atos infracionais de falta de habilitação e de direção perigosa, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

CARRO – Ainda na operação realizada no aeroporto da cidade do Norte do Estado, o GPT também fez a apreensão de um veículo Chevrolet Cobalt [cor branca, ano 2015, placa OZX-8F25, de Brasília].

Segundo a PM, os dois rapazes que ocupavam o veículo – um de 26 e outro de 28 anos – faziam consumo de drogas no local. Na revista ao veículo, o GPT encontrou uma pequena porção de maconha.

Um dos indivíduos assumiu ser o proprietário do entorpecente. Após o caso ser apresentado no DP de Niquelândia, o Cobalt foi recolhido ao pátio da PM.

INVASÃO DO AEROPORTO TAMBÉM É CRIME – Além das questões administrativas envolvendo as motos e o carro citados nesta reportagem do Portal Excelência Notícias, todos os citados tão responderão legalmente pelo crime de dano qualificado cometido contra o patrimônio da União, em função do rompimento da cerca de proteção do Aeroporto de Niquelândia, de acordo com o artigo 163 do Código Penal.

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar