Goiânia

No ‘Mês da Inovação’, Sebrae oferta 250 horas de conteúdo gratuito para aumentar lucro de pequenos negócios

Até o dia 31 deste mês, entidade vai disponibilizar 300 palestrantes e prevê alcançar 30 mil pessoas interessadas na modernização de seus negócios: astronauta Marcos Pontes, atual ministro da Ciência e Tecnologia e Inovação, participa do debate na próxima sexta-feira, dia 16

O Sebrae está promovendo uma iniciativa exclusiva e inédita: o Mês da Inovação – até o dia 31 deste mês – com vasta programação de eventos sobre a adoção de novas tecnologias como foco no lucro e na competitividade nos micros e pequenos negócios.

A iniciativa quer reforçar, para os empreendedores brasileiros, a que a inovação não está restrita às grandes empresas; que tais avanços nem sempre demandam grandes investimentos de recursos; e que não dependem apenas de tecnologia.

Até o final de outubro, 300 palestrantes vão oferecer seus conhecimentos e apresentar casos de sucesso ao longo de mais de 250 horas de conteúdo gratuito, para cerca de 30 mil pessoas interessadas na modernização de seus negócios.

A iniciativa recebe apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; do Facebook; da Mercedes Benz; da Ambev; da Dell; da BossaNova; da Porto Digital; da Randon; da Get Net, entre outros, num total de 50 parceiros bastante renomados.

Na próxima sexta-feira (16), o presidente do Sebrae, Carlos Melles, vai conversar com o astronauta e engenheiro Marcos Pontes – atual ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações – sobre como a inovação pode alavancar a economia brasileira.

PRINICPAIS TEMAS – Marco Legal da Inovação; Biomimética; Aumentando a produtividade com inovação; Desvendando Ecossistemas de inovação; Cidades como plataformas de inovação; O Turismo do Amanhã; Pesquisa, Desenvolvimento e Exportação; Inovação na Beleza Pós-Pandemia; Criatividade à Mesa; Inovação no Varejo e Futuro da Moda, são alguns dos temas que serão debatidos em diferentes painéis.

O Mês da Inovação contará ainda com a realização da Case Startup Summit 2020; do Desafio Like a Boss, de batalhas de pitches, além de outras atividades interativas.

“Estamos trabalhando para que todas as pessoas que participem dessas atividades entendam o quanto a inovação pode transformar a economia do nosso país. A inovação é um dos vetores para turbinar a retomada do desenvolvimento. Nesse contexto, o Sebrae funciona como um indutor da inovação e dos pequenos negócios brasileiros. Vamos apresentar cases de sucesso, exemplos reais e muito conteúdo em diversos segmentos, mostrando que a inovação é real e pode ser aplicada em qualquer área de negócios”, comentou o gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Paulo Renato Macedo Cabral.

De acordo com ele, muitas pessoas pensam que inovar é sempre uma coisa cara, onerosa para a empresa. Porém, o executivo do Sebrae Nacional detalha que o custo da inovação precisa ser estudado individualmente, de acordo com a necessidade do empreendedor.

Ele cita, como exemplo, uma loja de roupas que ainda não tem presença digital nas redes sociais, com uma rotina de postagens virtuais.

“Se o proprietário buscar conhecimento com o Sebrae, esse custo é praticamente zero. Ele consegue criar os perfis e administrá-los do próprio celular. Com certeza essa proximidade com o público irá refletir nas vendas, aumentando o faturamento. Isso é inovar. Outro mito em relação à inovação é que ela precisa estar necessariamente ligada à tecnologia. Nós podemos inovar com novas técnicas de vendas, um novo jeito de apresentar o produto”, detalhou o gerente de Inovação do Sebrae.

COMO PARTICIPAR – Confira a programação completa do Mês da Inovação e faça sua inscrição gratuitamente aqui <https://www.sympla.com.br/mes-da-inovacao__988171>. [Com informações da Agência Sebrae de Notícias/ASN, em Goiânia].

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias