Publicidade

Niquelândia

‘Operação Asfixia’ do Genarc apreende pé de maconha em casa perto de motel na GO-237

Suspeito de ser o dono do 'arbusto' da canabis-sativa não foi localizado: trabalho localizou armas e drogas e será intenso nesses cinco dias de Carnaval, em Niquelândia

Entre a manhã e tarde desta sexta-feira/21, a Polícia Civil de Niquelândia realizou a “Operação Asfixia Pré-Carnaval” para retirar, de circulação, indivíduos que pudessem causar algum tipo de transtorno com atos ilícitos.

O trabalho preventivo prosseguirá de maneira intensa, até a quarta-feira de Cinzas, dia 26, segundo o delegado Gerson José de Sousa.

O objetivo da operação, como o próprio nome diz, é asfixiar a prática de crimes que possam fomentar a violência durante os eventos festivos do Carnaval 2020 na cidade do Norte do Estado, garantido assim maior segurança aos foliões e turistas.

Além da apreensão de revólver artesanal calibre 22; munições do mesmo calibre; uma espingarda; e porções de maconha e de cocaína já embaladas para revenda; o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) encontrou, no quintal da casa de um dos investigados, um pé de maconha de tamanho considerável. Para tanto, o Poder Judiciário expediu mandado de busca e operação, autorizando a entrada da PC no local.

Porém, de acordo com o agente de investigação Erlandsson Sena, a Polícia Civil não teve êxito em capturar o indivíduo que seria o proprietário do arbusto de canabis-sativa, que seria desidratado e prensado para venda posterior.

Por força da Lei de Abuso de Autoridade – que inibe o fornecimento de imagens de suspeitos; de autores de crimes; e bem como o repasse de determinadas informações à imprensa –  o policial civil apenas relatou ao Excelência Notícias que o pé de maconha fora encontrado numa casa nas proximidades de um motel existente na rodovia GO-237, na saída de Niquelândia para Uruaçu [Com informações da Polícia Civil/Niquelândia].

CANABIS-SATIVA – Erlandsson [PC] mostra pé de maconha apreendido em Niquelândia, antes que fosse ressecado e processado para abastecer o mercado negro do tráfico na cidade [Foto: Divulgação/Polícia Civil]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias