Publicidade

Niquelândia

GPT prende rapazes que ofereciam drogas e faziam sexo com garotas de 13 anos no Bairro Evereste

Após denúncia anônima, Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) da PM localizou situação absurda na tarde da terça-feira (10), em Niquelândia: no local, ainda havia três motos sem procedência

Três rapazes foram autuados em flagrante pela Polícia Civil de Niquelândia pelos crimes de estupro de vulnerável, tráfico de drogas e de receptação no final da tarde da terça-feira (10), após o Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) da Polícia Militar (PM) receber denúncia anônima da possível existência de um ponto de comércio de entorpecentes, numa casa no Bairro Evereste.

Em patrulhamento pelas imediações, os militares perceberam cinco pessoas em atitude suspeita. Um deles – identificado posteriormente como sendo Daniel Pereira Ramos Filho, de 18 anos – tentou fugir ao notar a aproximação da viatura, mas foi capturado.

Na casa, os ‘homens de preto’ constataram a presença de duas adolescentes – ambas de 13 anos – e de outros dois rapazes: João Victor Gomes Barros dos Santos, de 19 anos; e Leandro Lima dos Santos, de 22.

Em revista pessoal, o GPT localizou uma porção de maconha com Leandro. No contato preliminar com as menores, os militares foram informados pelas garotas que ambas tinham relações sexuais com João Victor e com Daniel, momento em que também consumiam drogas.

Dada a situação, o GPT acionou o Conselho Tutelar de Niquelândia à sede da Polícia Civil da cidade do Norte do Estado.

Na presença dos conselheiros, uma das menores chorava muito ao relatar que, dada a morte do pai biológico quando ainda era muito pequena, sua mãe casou com outro homem.

Argumentando que o padrasto tentava molestá-la sexualmente com frequência, a garota disse que resolveu sair de casa “para morar sozinha ou em qualquer lugar que lhe dessem apoio”, conforme o relato feito pelos militares no Registro de Atendimento Integrado (RAI).

Essa adolescente informou, ainda, que seria “namorada” de João Victor, que lhe dava drogas antes de transarem.

A outra menor informou, em seguida, que mantinha relações sexuais com Daniel, com quem também consumia substâncias alucinógenas.

Os três rapazes, segundo o GPT, confirmaram os relatos das adolescentes sobre a prática de sexo com uso de drogas.

Depois, no quintal da casa, os militares localizaram três motocicletas sem documentação e sem procedência, que foram apreendidas. Para uma delas, após consultada a placa, descobriu-se que existia ocorrência anterior de furto.

Ainda por ocasião da elaboração do RAI, a PM fez constar que os rapazes e as adolescentes foram levados sem algemas à DP, por não terem oferecido resistência à prisão, com apoio de uma segunda viatura da corporação.

Após os trâmites legais, o delegado Gerson José de Sousa determinou que Daniel, João Victor e Leandro fossem recolhidos à Unidade Prisional de Niquelândia (UPN) no Bairro Santa Efigênia, onde aguardarão pronunciamento da Justiça.

SEM ORIGEM – Na casa, o GPT de Niquelândia também encontrou três motocicletas sem qualquer tipo de documentação: receptação [Foto: Divulgação/PM]

Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias
Fechar