Niquelândia

Ponte entre dois importantes bairros é reformada pela prefeitura após 19 anos de abandono

Serviços de troca do madeiramento na estrutura que une os bairros Sol Nascente e Santa Efigênia foi inaugurada nesta quarta-feira/24 pelo prefeito Fernando Carneiro/PSD através da Secretaria Municipal de Urbanismo

Ainda não é o serviço ideal, mas foi o serviço possível: com imensas dificuldades orçamentárias para manter o pagamento dos servidores públicos em dia – isso sem contar as parcelas do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado para liquidar mais de R$ 10 milhões em salários atrasados da Secretaria Municipal de Educação – a Prefeitura de Niquelândia inaugurou na quarta-feira (24) as obras de revitalização de uma ponte de madeira entre os bairros Santa Efigênia e Sol Nascente.

O ato, bastante simbólico, contou com a participação do prefeito Fernando Carneiro (PSD); de vereadores; e vários secretários municipais. A ponte recebe tráfego significativo de veículos diariamente por fazer a ligação de dois bairros populosos da cidade do Norte do Estado. Porém, ficou sem uma reforma sequer por longos 19 anos.

A história da cidade conta que o projeto de pavimentação do Residencial Sol Nascente – na administração do então prefeito Ronan Rosa Batista – previa a interligação definitiva das duas extremidades da Avenida Almirante Tamandaré, por meio de uma ponte de concreto semelhante à que foi construída na ligação entre os bairros Maracanã e Colina Park.

Obra da ponte entre o Sol Nascente e o Santa Efigênia, durante sua execução, pela Prefeitura de Niquelândia: madeiramento da passagem de veículos e duas vigas de madeira, que estavam podres, foram substituídas [Foto: Elaine Alves]
Porém, a obra na Almirante Tamandaré nunca saiu do papel; o asfalto no Sol Nascente e no Colina Park nunca se tornou realidade (e, cada vez mais difícil que isso ocorra, por falta de recursos); e a ponte que une os dois lados da Rua 8 foi sofrendo com o abandono, sob sol e chuva, por quase duas décadas.

De acordo com o titular da pasta do Urbanismo, Wendell Vitor de Morais – que é engenheiro – todo o madeiramento da ponte foi trocado por pranchas/chapas novas, o que incluiu a construção de novos corrimões; iluminação especial para facilitar a passagem dos moradores durante o período noturno; e também uma inédita passarela de pedestres.

Para melhorar segurança de pedestres, especialmente à noite, Poder Executivo instalou luminárias junto à cabeceira da ponte em Niquelândia [Foto: Elaine Alves]
Ano passado, em vídeos que circularam pelo WhatsApp, era notória e visível a dificuldade que pessoas a pé e motociclistas enfrentavam para atravessar a ponte, onde havia tábuas podres e verdadeiras crateras (nos lugares onde o madeiramento já havia apodrecido). Felizmente, nenhum acidente mais grave ocorreu nesse espaço de tempo, até a conclusão da restauração.

AJUSTES GRADUAIS – “Fico feliz por ter conseguido, na minha gestão, encaminhar a solução desses problemas que existiam nessa ponte, algo que era reivindicado há muitos anos pela população do Santa Efigênia e do Sol Nascente. Aos poucos, estamos rompendo com as dificuldades e encontrando soluções para os problemas que vão surgindo. Nossa população pode confiar na prefeitura, tanto na minha pessoa, como nos demais membros da minha equipe”, afirmou o prefeito Fernando Carneiro.

Em outra imagem da ponte, durante a reforma, nota-se a presença de um caminhão [ao fundo] com o madeiramento novo, sendo descarregado e instalado pelos funcionários do Urbanismo [Foto: Elaine Alves]
Ainda de acordo com o secretário de Urbanismo, a antiga estrutura de concreto (que fica embaixo nova ponte de madeira) foi toda revisada e encontra-se em boas condições de uso, sem comprometer a segurança ao tráfego de veículos.

TUDO FOI VISTORIADO – “Os pilares de concreto, ali existentes, possuem o tamanho adequado para essa ponte e foram feitos para durar bastante tempo. A distância entre ambos os pilares também é adequada, sem que exista um vão muito longo entre eles. O que apodreceu, nessa ponte, foi a madeira do assoalho. Com relação ao vigamento, que também é de madeira, constatamos que haviam duas vigas comprometidas; e que também foram substituídas. As demais (vigas de madeira) devem suportar um bom tempo de uso, ainda. Alguns comentários que foram feitos, certamente, são de pessoas que nada entendem de engenharia”, detalhou Wendel Vitor.

Fernando Carneiro, prefeito de Niquelândia (o segundo da direita para à esquerda, de chapéu) durante a reinauguração da ponte entre o Sol Nascente e o Santa Efigênia [Foto: Elaine Alves]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias