COVID-19Goiânia/Niquelândia

Niquelândia registra o primeiro óbito por Covid-19 nesta madrugada após confirmar 57 casos da doença

Marilice Dias dos Santos, de 74 anos, morreu às 5 horas da manhã desta segunda-feira (29) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha (HCamp) do Governo do Estado, em Goiânia, onde estava internada havia 11 dias: seu corpo será sepultado ainda hoje em Goiatuba, no Sul do Estado

Horas após a confirmação do 57º caso positivo de Covid-19 em Niquelândia – na noite do domingo (28), através da Secretaria Municipal de Saúde – a cidade do Norte do Estado agora registra o primeiro óbito em decorrência da doença.

Marilice Dias dos Santos, de 74 anos, morreu às 5 horas da madrugada desta segunda-feira (29) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha (HCamp) do Governo do Estado, em Goiânia.

Ela morava na Fazenda Serrinha, na zona rural de Niquelândia. Marilice deixa o esposo – Sebastião Dias Sobrinho, o popular Sebastião Paulista – com quem teve dois filhos; e os cinco netos do casal.

Na terça-feira (16), a idosa foi atendida às pressas no Hospital Santa Marta, da rede particular, com quadro clínico de falta de ar e febre.

Na ocasião, Marilice foi submetida ao teste rápido para diagnóstico da presença do novo coronavírus em seu organismo, que confirmou a suspeita inicial do médico e diretor-clínico do hospital, Gustavo dos Santos Arruda.

Ainda no Hospital Santa Marta, a idosa foi intubada pelo tempo necessário para que a Secretaria Municipal de Saúde concluísse os trâmites necessários à obtenção da vaga de UTI no HCamp.

Marilice, então, foi transferida para a capital numa ambulância-UTI do hospital particular, onde foi internada na madrugada da quarta-feira (17).

Durante os 11 dias da internação na capital, familiares de Marilice divulgaram informações sobre seu estado de saúde em grupos de WhatsApp de Niquelândia.

No sábado (20), a família revelou que Marilice testou positivo para Covid-19 através do exame feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), confirmando assim o diagnóstico inicial feito pelo teste rápido em Niquelândia.

Nas comunicações seguintes, as informações davam conta de que o estado de saúde de Marilice permanecia gravíssimo, porém estável.

Com o reforço dos procedimentos clínicos objetivando uma eventual reversão do quadro clínico – o que acabou não ocorrendo, infelizmente – o uso de antibióticos chegou até mesmo a ser suspenso na quinta-feira (25).

Ex-secretária de Turismo na gestão do agora ex-prefeito Luiz Teixeira, Luciana Ferreira de Souza é ex-nora de Marilice.

Em Goiânia no amparo à família aos trâmites necessários para a liberação do corpo da idosa, Luciana informou ao Portal Excelência Notícias que o enterro está previsto para ocorrer ainda hoje no Cemitério Municipal de Goiatuba, no jazigo onde estão sepultados os pais de Marilice.

Na cidade do Sul do Estado – perto de Itumbiara, onde Marilice nasceu – não haverá velório. O sepultamento será em caixão lacrado de acordo com os protocolos sanitários vigentes para mortes decorrentes da Covid-19, por tratar-se de doença altamente contagiosa.

Além de Marilice – que veio a óbito nesta madrugada – Sebastião Paulista, seus dois filhos e uma neta – que é filha de Luciana – também tiveram diagnóstico positivo para o novo coronavírus; e estão se recuperando bem da doença.

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias