Publicidade

Goiânia

Caiado economiza mais de R$ 3,5 milhões com carros que atendem órgãos estaduais

Decreto assinado pelo governador renova modelo de gestão da frota que servem ao Poder Executivo: medida é fruto da política de respeito ao dinheiro do contribuinte na atual gestão do Estado

Com o objetivo de gerar maior economia para o Estado com a utilização eficiente dos recursos públicos, o governador Ronaldo Caiado, por meio da Secretaria de Estado da Administração (Sead), assinou um Decreto, que renova o modelo de gestão dos veículos utilizados por órgãos e instituições do Poder Executivo.

O Decreto, de no 9.541/2019, foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 23 de outubro.

A reformulação na gestão das frotas, inserindo o modelo compartilhado, em convergência com a revisão de contratos de veículos utilizados pelo Poder Executivo, é responsável por uma economia superior a R$ 3,5 milhões só em 2019.

Para o titular da Sead, Bruno D’Abadia, a medida converge com a política de respeito ao dinheiro do contribuinte implementada pelo governador Caiado.

“Goiás está dando exemplo na aplicação consciente e transparente dos recursos públicos. É mais uma demonstração da seriedade do governador em reparar as distorções e coibir o uso irracional das verbas do Estado”, pontuou.

DECRETO - Foram criadas unidades setoriais de frotas e uma central de frotas para otimizar os recursos despendidos na utilização, aquisição ou locação de veículos
DECRETO – Foram criadas unidades setoriais de frotas e uma central de frotas para otimizar os recursos despendidos na utilização, aquisição ou locação de veículos

De acordo com o Decreto, foram criadas unidades setoriais de frotas e uma central de frotas para otimizar os recursos despendidos na utilização, aquisição ou locação de veículos, por meio do compartilhamento de informações e adoção de medidas sistematizadas e direcionadas aos órgãos da administração pública.

A medida inclui a eliminação de 11 veículos de representação, que eram utilizados por superintendentes executivos, resultando uma economia real de aproximadamente R$ 330 mil por ano apenas em locações, e, como consequência, a redução de R$ 118 mil das despesas com abastecimento, garagem, limpeza e lavagem da frota.

A medida já está sendo executada pela atual gestão e integra a política de redução de despesas implementada pelo Governo de Goiás. (Informações do Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás)

Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar