Publicidade

Niquelândia

“Não quero ser liderança que deixa problemas para outros resolverem”, afirma presidente eleito da Associação Comercial

Ronaldo Fernandes da Silva vai comandar a ACIN pelos próximos dois anos, eleito em chapa única com Fernanda Melo Rodrigues no final da tarde desta terça-feira (30): dupla possui planos audaciosos para alavancar comércio local

Empresário do ramo de componentes e insumos para empresas industriais e agrícolas, Ronaldo Fernandes da Silva foi eleito presidente da Associação Comercial e Industrial de Niquelândia (Acin) no final da tarde desta quarta-feira/30.

Ele compôs chapa única com a empresária do ramo de manutenção/recarga de cartuchos e impressoras, Fernanda Melo Rodrigues, que será a futura vice-presidente da Acin.

O Portal Excelência Notícias acompanhou, na sede da entidade, a apuração dos votos registrados em cédulas de papel, em ata lavrada pela empresária Eneida Lopes de Godoi, que foi presidente da Acin há alguns anos.

Dos 151 estabelecimentos comerciais de Niquelândia em dia com suas obrigações com a Acin (e, portanto, aptos à votar) compareceram 88 empresários (56,95% do total)

Desse total de 88 votantes, foram contabilizados 86 votos (97,72% dos válidos) para a chapa Ronaldo-Fernanda. Um comerciante votou em branco (1,14%) e outro preferiu anular seu sufrágio (1,14%).

A data da posse ainda não está marcada, mas deverá ocorrer no final do mês de maio, para um mandato de dois anos no biênio 2019-2021, segundo Eneida.

URNAS ABERTAS – Eneida Godoi, que já foi presidente da Acin, coordenou a apuração dos votos e lavrou a ata com o resultado do pleito na entidade classista em Niquelândia [Foto: Euclides Oliveira]
Um dos líderes do movimento intitulado “Pacto de Niquelândia”, Ronaldo Fernandes é o atual vice-presidente da Acin e sucederá o empresário de roupas e panificação Almir Pedroso e Silva, no comando da entidade.

Desde o último dia 12 de abril, quando efetuaram o registro da Chapa “Acin em Ação”, os então candidatos Ronaldo e Fernanda visitaram todos os comerciantes e órgãos de imprensa da cidade do Norte do Estado, para a apresentação de suas propostas.

Jovens empreendedores, ambos entendem que a Acin precisa renovar-se em sua gestão, privilegiando ações que integrem todos os associados em políticas de interesse comum da classe empresarial para fomentar os segmentos do comércio; da indústria; e de prestação de serviços em Niquelândia.

De um modo geral, a futura diretoria da Associação Comercial entende que a força que a entidade possui, uma vez bem gerida, pode contribuir decisivamente ao sucesso dos pequenos, médios e grandes empresários da cidade, que hoje possui 45 mil habitantes.

AS POSSÍVEIS AÇÕES – De acordo com Ronaldo e Fernanda, uma das necessidades mais urgentes da entidade é a criação do “Calendário Acin” para estímulo ao incremento das vendas do comércio niquelandense em datas comemorativas, com eventos e promoções.

Uma das metas é a retomada, tão logo seja possível, do tradicional “Show de Prêmios” com sorteio de bens valiosos ao cliente da cidade que fizer suas compras de Natal em comerciantes-parceiros da Acin.

ELEITOS – Ronaldo e Fernanda exibem, orgulhosos, a bandeira da Associação Comercial de Niquelândia: desafios para o biênio 2019-2021 são inúmeros à frente da entidade [Foto: Euclides Oliveira]
Em outras épocas, a entidade sorteou motos e até mesmo carros zero-quilômetro em Niquelândia. Para estimular o espírito natalino da freguesia no final do ano, prevê-se a realização de apresentações natalinas (de arte, música e dança); estímulo para que o comerciante e morador de Niquelândia ornamente seus comércios e residências; e a fixação definitiva do horário estendido de atendimento das lojas entre os dias 1º e 24 de dezembro, véspera do Natal.

Um dos projetos – já em andamento, dada a proximidade do novo presidente da Acin e do próprio “Pacto de Niquelândia”com a Goiás Turismo – é a realização de um Festival Gastronômico no município. Se tudo correr bem, o evento ocorrerá no mês de setembro.

A modernização do comerciante de Niquelândia – seja em equipamentos ou mesmo em atendimento ao público – é outro desejo de Ronaldo e Fernanda: a futura diretoria da Acin pretende atrair cursos, palestras e workshops sobre as principais demandas que envolvem a relação dos comerciantes com o consumidor local.

E, dentro dessa vertente, prevê também a realização anual da “Feira da Indústria, Comércio, Turismo e Prestação de Serviços” com a apresentação de novidades/inovações tecnológicas já utilizadas no comércio de grandes centros, como Goiânia e Brasília, que sejam passíveis de aproveitamento em Niquelândia.

A Acin, em sua nova gestão, também tem a intenção de apoiar as principais festas e eventos culturais/religiosos – dentre outros, que representem movimentação expressiva de recursos para o comércio do município – ofertando seus mecanismos de divulgação de forma mais expressiva.

Para tanto, a Acin também investirá numa comunicação mais eficiente nas redes sociais (como WhatsApp, Facebook e Instagram); e montagem de um site oficial da entidade voltado às empresas associadas que servirá como uma espécie de “Guia Comercial de Niquelândia”, serviço que hoje é oferecido por terceiros.

O fortalecimento ao Turismo local é outra meta da nova diretoria da Acin, que pretende unir esforços entre as autoridades do município para que um “Centro de Atendimento ao Turista (CAT)” seja instalado e opere com funcionalidade em Niquelândia.

O fomento ao Agronegócio e o incremento à industrialização local – devido ao forte desemprego causado pela paralisação da Votorantim Metais, há três anos – também está na pauta de Ronaldo.

O caótico trânsito de Niquelândia – onde particulares estacionam os carros em qualquer lugar, dada a falta de horários rígidos para operações de carga e descarga de mercadorias no comércio local – está também na pauta da nova diretoria da Acin.

Para tanto, os poderes Executivo e Legislativo serão chamados ao debate com Ronaldo e Fernanda, que irão cobrar reforços na sinalização e instalação de placas na Avenida Brasil e seus arredores.

“A sensação que eu tenho, neste momento, é do aumento da minha responsabilidade com a cidade e com o comércio de Niquelândia”, afirmou Ronaldo

A PALAVRA DO PRESIDENTE ELEITO DA ACIN – “Temos esses vários projetos, que serão colocados em pauta em nossas reuniões. A sensação que eu tenho, neste momento, é do aumento da minha responsabilidade com a cidade de Niquelândia. Vejo que meu compromisso, que eu já tinha com várias demandas, agora aumentou suficientemente. Porém, trata-se agora de um compromisso de todos (da nova diretoria) para que todos (os comerciantes locais) participem conosco desse processo. Nosso interesse não é criticar, mas exercer uma liderança democrática e até mesmo autocrática, se for necessário. O que eu não quero ser é aquele tipo de liderança que deixa os problemas para outras pessoas resolverem, porque não agem e não sabem como agir. Queremos, enquanto associação, ter uma sociedade mais atuante. Onde houver possibilidade de atrair recursos e investimentos para a cidade, nós iremos atrás. Em resumo, nosso objetivo é melhorar ainda mais o ótimo trabalho feito pelo Almir à frente da Acin, mas lutando para que nossa sociedade e nosso comércio participem mais”, comentou Ronaldo Fernandes, em entrevista exclusiva ao Portal Excelência Notícias, ladeado por sua esposa Fabiana Rodrigues Oliveira.

Para a futura vice-presidente da Acin, Fernanda Rodrigues, o fator decisivo para o sucesso de Ronaldo e dela própria à frente da Acin será a união do grupo, com expectativa de muito trabalho após a posse.

De acordo com a jovem empresária, dada a ausência momentânea de verbas públicas em ações para o fortalecimento do comércio em parceria com a Acin, a entidade deverá tomar frente da resolução de problemas “de forma simples, mas que surja efeito” para prestar um bom atendimento ao empresariado de Niquelândia.

Além de Ronaldo como presidente e de Fernanda como vice-presidente, a nova diretoria da Acin ficou assim composta: Eneida Godoi (secretária); Almir Pedroso (secretário); Emilson Severino da Silva (tesoureiro); e Carlos Roberto Oliveira (vice-tesoureiro).

Ronaldo, novo presidente da ACIN e sua esposa Fabiana: casal é proprietário de três estabelecimentos comerciais, sendo duas unidades em Uruaçu e uma unidade em Niquelândia [Foto: Euclides Oliveira]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar