Niquelândia

Emoção marca sorteio da escolha do Imperador 2019 ao final da Festa do Divino Espírito Santo

Cleber dos Santos Gomes vai conduzir festejos no próximo ano, substituindo a imperadora de 2018 Divina Rodrigues Silva, primeira mulher a ocupar o cargo: tradição, religiosidade e Fé

Cleber dos Santos Gomes (o popular Netão) e sua esposa Gisele Marques Pereira Gomes – membros da Pastoral da Acolhida da Igreja Matriz Santuário São José do Tocantins – foram tomados pela emoção ao serem sorteados para os cargos de imperador e imperatriz da Festa do Divino Espírito Santo 2019 em Niquelândia no final da manhã deste domingo (19), ao final da Missa Solene de Encontro das Folias do festejo desse ano.

Em 2017, o sorteio garantiu um fato inédito: Divina Rodrigues Silva foi a primeira mulher na história da Festa do Divino a ser sorteada para o cargo máximo em 2018 e marcou presença como imperadora, esbanjando simpatia e devoção no altar montado em tendas no lado de fora da igreja, ao lado do bispo diocesano de Uruaçu, Dom Messias dos Reis Silveira; e do frei Gilberto de Jesus, pároco da Matriz de São José.

“Deus não faz distinção entre ricos e pobres, mas quer fazer Morada no coração de todos os seus filhos. Desde o dia em que fui nomeada Imperadora do Divino fui muito bem acolhida por todos e pela Comissão da Festa. Por isso agradeço a todos que não mediram esforços para me ajudar nesta grande missão. Nossa família, há muitos anos, têm uma íntima relação com o paráclito (“aquele que fica ao lado”, na tradução do latim para o português, em alusão ao Espírito Santo) e, por isso, estamos em estado de graça por hospedar, em nosso coração, tão ilustre hóspede. Nossa família não tem sobrenome tradicional, não temos nem ouro e nem prata. Mas trouxemos, para essa festa, o que foi plantado em nossos corações: a Fé no Divino Espírito Santo”, discursou a imperadora.

Divina Rodrigues Silva, imperadora da Festa do Divino 2018 em Niquelândia: sorteio de uma mulher para o cargo mais alto foi um fato inédito no festejo (Foto: Euclides Oliveira)

Dom Messias – que lidera a Igreja Católica em 27 municípios do Norte do Estado – celebrou a missa-solene para devotados fiéis do tradicionalíssimo congraçamento religioso, que durou 20 dias.  Realizada anualmente – sempre com início em 50 dias após a Páscoa – as festividades de Pentecostes são marcadas por diversas manifestações como reinados; juizados; folias (em vários bairros da cidade, comandadas por casais de paroquianos); missas; e a Novena do Divino Espírito Santo, propriamente dita.

“A festa do Divino marca a vida religiosa de Niquelândia, em que os católicos esperam muito por esse momento em que o espírito é dado ao Povo de Deus, iluminando e capacitando as pessoas para a missão. Sem dúvida nenhuma, trata-se de um momento muito significativo para essa cidade”, comentou dom Messias, em entrevista à Rádio Mantiqueira 92,3 FM e ao Portal Excelência Notícias.

O bispo, que fez a leitura do nome do casal sorteado ao Império da festa em 2019, crê que o Espírito Santo irá iluminar Netão para desempenhar bem o papel de imperador que lhe foi incumbido. O religioso também conclamou os eleitores de Niquelândia para que reflitam na escolha do candidato a prefeito que reúna as melhores condições de servir à sociedade, na eleição suplementar marcada para 3 de junho.

A exemplo dos anos anteriores, praça da Igreja Matriz de São José, em Niquelândia, ficou lotada para a Missa de Encontro de Folias da Festa do Divino Espírito Santo 2018 (Foto: Euclides Oliveira)

HISTÓRICO – A abertura da festa, três semanas atrás, foi marcada pelo levantamento dos cinco pesados mastros com as bandeirolas do Divino Espírito Santo; de São José (o santo-padroeiro de Niquelândia); de Nossa Senhora da Abadia do Muquém; de Santa Efigênia; e de São Sebastião. O ato remete às antigas tradições católicas, quando não havia o costume de colocar as imagens sacras em andores, como ocorre atualmente em procissões nos feriados religiosos.

Em todas as folias, festeiros com as camisas vermelhas – alusivas ao evento – deram o tom da alegria de uma festa em que a fartura de comidas e bebidas (nada alcoólico) também é uma característica marcante de uma tradição que se renova a cada ano ajudando a alimentar a fé dos católicos. O prefeito interino Léo Ferreira (PSB) e sua esposa, a primeira-dama Carmem Lúcia Ferreira – tradicionais devotos do Divino Espírito Santo – acompanharam a celebração na primeira fileira de poltronas, sendo bastante simpáticos com todos.

“Nosso balanço, neste ano, é muito positivo. Essa festa, tradicional e centenária, reflete a grande espiritualidade do povo de Niquelândia. Acredito que cada um, nas suas respectivas funções enquanto festeiros, deram suas importantes contribuições para que a festa se realizasse como um todo. A presença de uma imperadora mulher (Divina Rodrigues) também reforçou a importância da presença feminina dentro da Igreja Católica. Fora isso, ela fez um trabalho muito positivo ao conseguir agregar e unir os vários grupos de festeiros para que a festa se tornasse ainda mais forte”, comentou o pároco da Igreja Matriz de Niquelândia.

Léo Ferreira, prefeito interino e sua esposa Carmem Lúcia, Celino Correa, juiz eleitoral Jesus Camargos e Denguinho, na missa da Festa do Divino Espírito Santo em Niquelândia (Foto: Euclides Oliveira)

POLÍTICOS EM CAMPANHA – Nas duas primeiras de assentos da missa solene, estrategicamente posicionados, estavam os candidatos a prefeitos de Niquelândia na eleição suplementar daqui a duas semanas: Celino Correa (SD) e Denguinho Chimango (PSDC) estavam na mesma fila. Sentado entre eles, estava o maior fiscal da Justiça Eleitoral da cidade: o juiz Jesus Rodrigues Camargos, da Comarca de Niquelândia, que organiza o pleito extemporâneo. Na fileira de trás, estavam os candidatos a prefeito Fernando Carneiro (PSD), acompanhado de seu candidato a vice-prefeito, o vereador Saullo Adorno (PTB); o vereador Jesus Ferreira França (PRB), candidato a vice-prefeito com Celino; e o candidato a prefeito Xisto Damas (PHS). João Júnior Leal, o Boda (PMN), vice de Denguinho; e o vereador Agnaldo da Van (PP), vice de Xisto, não compareceram à missa.

Fernando Carneiro e esposa, Saullo Adorno, Jesus França e Xisto Damas: em franca campanha eleitoral, candidatos a prefeito e vice-prefeito na eleição suplementar buscaram as primeiras filas de bancos na missa solene de encerramento da Festa do Divino (Foto: Euclides Oliveira)

CONFIRA A LISTA DOS NOMES SORTEADOS PARA OCUPAREM CARGOS NA FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DIVINO 2019

– Mordomo-contribuinte: José Roberto Queiroz

– Mordomo do Mastro de Nossa Senhora da Abadia: Giselda Balduíno de Oliveira

– Mordomo do Mastro de São José: Cirino Vicente Ferreira

– Mordomo-contribuinte: Divino Eurípedes Reis

– Alferes da Folia de Machadinho: Carlos Emerson Nunes de Freitas

– Guia da Folia de Machadinho: Valdecir Vicente Coelho (residente em Colinas do Sul)

– Alferes da Folia do Barrado: Júnior Ferreira de Castro

– Guia da Folia do Barrado: Luiz Mariano dos Santos

Alferes da Folia de João Paulo II: Celso Pereira Salgado

– Guia da Folia de João Paulo II:  Carlinhos da Cachoeira

– Mordomo-contribuinte: José Alves de Camargo Sobrinho

– Mordomo-contribuinte: José Efigenio Luiz Sol

– Mordomo-contribuinte: Paulo Ribeiro Camelo

– Juiz da Alvorada: João Moreira da Silva

– Alferes da Folia do Jardim Atlântico: Horigo Bittencourt Vieira

– Guia da Folia do Jardim Atlântico: Divino Preto

Mordomo-contribuinte: Paulinho Moreira Silva

– Mordomo do Mastro de São Sebastião: Erivonaldo de Siqueira Alves

– Mordomo do Mastro de São Francisco: Sérgio Ribeiro Spíndola

– Suplente de cargo: Sirlei Ribeiro Camelo

Mordomo-contribuinte: Heraldo Antonio Soares

– Mordomo-contribuinte: Saullo Adorno

– Mordomo do Mastro de Santa Efigênia: João Fernandes Godoi

Mordomo-contribuinte: Edivaldo Luiz de Carvalho

– Juiz da Procissão: Jesus Ferreira França

– Alferes da Folia do Lava-pés: João Batista Andrade

– Guia da Folia do Lava-pés: João Cardoso

– Mordomo-contribuinte: Ronaldo Fernandes da Silva

– Suplentes de guia: João da Mata e Rafael

– IMPERADOR: Cleber dos Santos Gomes

– IMPERATRIZ: Gisele Marques Pereira Gomes

Márcio Rocha, Florentino e Carlos da Líder conduziram o sorteio dos cargos para a Festa do Divino Espírito Santo 2019 em Niquelândia: nome do imperador foi anunciado pelo bispo da Diocese de Uruaçu, dom Messias dos Reis Silveira (Foto: Euclides Oliveira) 
[/caption]
Palavras-chave

Veja também