GoiâniaNorte do Estado

Com forte aparato técnico, Enel Distribuição anuncia ‘Plano Verão’ para agilizar reparos na rede elétrica no período chuvoso

Eventuais interrupções no fornecimento de energia poderão ser resolvidas em até três minutos: Centro de Operações da companhia, em Goiânia, vai monitorar 5 mil equipamentos de telecontrole, instalados em todo o Estado

Enel Distribuição Goiás anunciou, nesta semana, um conjunto de ações e procedimentos envolvendo todas as áreas da companhia para garantir maior eficiência no atendimento e rapidez na resposta às ocorrências de eventuais interrupções no fornecimento de energia, durante o período de chuvas de verão.

Como se sabe, o sistema elétrico de todas as concessionárias de energia do País é desafiado anualmente por tempestades que provocam ventos fortes e grande incidência de queda de árvores e galhos sobre a rede.

Tal iniciativa, batizada de ‘Plano Verão’, garantiu o atendimento recorde cerca de 5 mil ocorrências em 48 horas no início da semana, quando ocorreram chuvas fortes em várias regiões do Estado depois de quatro meses de estiagem absoluta.

De acordo com o responsável de Operações e Manutenção da Enel, José Januário de Oliveira Neto, foram necessários meses de trabalho à identificação e ajuste nas falhas técnicas passíveis de acontecerem nas etapas de distribuição da energia.

GARANTIA DE MAIOR EFETIVIDADE – “Desenhamos diferentes cenários e fizemos exercícios simulados envolvendo todas as áreas, com o objetivo de garantir que sejamos efetivos e rápidos em momentos de grande contingência. Vale ressaltar que rede elétrica goiana é extensa; passa por modernização; e está sujeita à ação climática. Sabemos que teremos problemas, mas estamos melhor estruturados e treinados para responder com rapidez”, disse Januário.

Antes disso – entre os meses de julho e agosto – a empresa realizou mutirões de poda e manutenção preventivas em mais de 40 cidades do Estado.

Os executivos da Enel também se reuniram com mais de 90 prefeituras e autoridades do Poder Público para tomar ciência das demandas dos municípios; propor soluções; ampliar o diálogo; e estreitando a relação institucional da empresa com os municípios.

INVESTIMENTOS – Após a Enel ter assumido o comando da Celg, foram feitos investimentos na construção de 7 novas subestações; na ampliação/modernização de outras 86 subestações; construção de 5,3 mil quilômetros de novas redes; e também num forte aparato tecnológico, o que propiciou confiabilidade para o serviço prestado à população.

Outro ponto de destaque da Enel Goiás versa sobre a instalação de cerca de 5 mil equipamentos de telecontrole, monitorados por técnicos da empresa no Centro de Operações da companhia, em Goiânia.

Por essa estratégia, o fornecimento de energia em sua totalidade é restabelecido em menos de três minutos.

Quando isso não é possível, a ordem é deixar o menor número possível de clientes sem o serviço até a conclusão dos reparos necessários.

Essa modernização do sistema tem contribuído para a queda de cerca de 40% no tempo de duração; e no número de quedas de energia em Goiás.

CONTRATAÇÃO DE MAIS FUNCIONÁRIOS – Também para agilizar o atendimento das ocorrências, a Enel hoje possui 6 mil eletricistas contratados. Isso garantiu reforço de 73% no número de equipes de campo.

Houve, ainda, acréscimo de 50% no número de equipes de atendimento nos escritórios nas cidades; no call-center; para grandes clientes; e demandas do Governo do Estado.

O número de bases avançadas de atendimento subiu de 29 para 62. Tal medida reduziu distâncias e garantiu agilidade em campo, especialmente na zona rural.

Essas bases estão estruturadas com equipes, veículos, ferramentas e todos os materiais necessários para a realização de atendimentos emergenciais e de rotina.

Segundo José Januário, houve redução média de 34% nas distâncias que as equipes precisam percorrer para buscar equipamentos ou insumos para a realização de serviços da Enel Goiás em locais mais distantes ou de difícil acesso. [Com informações da Assessoria de Imprensa da Enel Distribuição Goiás]

Podas de árvores foram realizadas pela Enel em todas as regiões do Estado: queda de galhos na rede aumenta incidência de falhas na distribuição de energia durante as chuvas de verão [Foto: Divulgação]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias