Publicidade

Niquelândia

Com apreensão recorde de 9 mil pés de maconha, COD desarticula ‘lavoura do tráfico’ na zona rural

Arbustos de 'canabis sativa', princípio ativo da droga, eram cultivados na região do Acaba Vida: outras três toneladas do entorpecente já estavam processadas e prontas para o comércio, segundo o Comando de Operação de Divisas/COD da PM da capital, que apurou e comprovou a denúncia em Niquelândia

Operação da Polícia Militar (PM) do Estado de Goiás, realizada pelo Comando de Operação de Divisas (COD) com sede em Goiânia, culminou com a descoberta de uma plantação de 9 mil pés de maconha na zona rural de Niquelândia, além de 3 toneladas do entorpecente já ressecados, embalados em sacos e prontos para a distribuição aos traficantes de todo o Estado, para venda e consumo.

Trata-se da maior apreensão desse tipo de droga em todo o Estado, nos últimos anos, segundo a corporação. Cada pé de maconha tem potencial suficiente para render até 1 quilo da droga prensada, de tal forma que o volume apreendido em Niquelândia poderia render um total de 12 toneladas de maconha.

De acordo com o capitão Renyson Castanheira – que chefiou o trabalho do COD na cidade do Norte do Estado entre a terça-feira/28 e a quarta-feira/29 – a ação mobilizou efetivo de 40 policiais em terra e um helicóptero da PM, que fez o sobrevoo da área plantada (equivalente a 12 campos de futebol) na região do Acaba Vida no encontro do Córrego Grande com o Rio Bagagem.

PRODUÇÃO ALTA – Além da localização dos pés de maconha propriamente ditos, COD/PM localizou cerca de 3 toneladas do entorpecente já ressecado, em sacos plásticos, antes que a droga fosse presada e distribuída no mercado negro do tráfico em Goiás: Niquelândia na rota do crime [Foto: Divulgação/COD/PM-GO]
Segundo o oficial do COD, a denúncia da existência da vasta plantação de maconha em Niquelândia chegou ao Serviço de Inteligência da PM na capital através de um policial militar do DF, que estava na região à passeio, para pescar no Lago Serra da Mesa.

De imediato, conforme informou o militar em entrevista coletiva à imprensa local na manhã desta quinta-feira/30 na Delegacia da Polícia Civil de Niquelândia, a equipe do COD solicitou apoio logístico da PC e da PM local, dada a extensão da área do município e também pela dificuldade de acesso ao local onde se encontrava o cultivo dos pés da droga.

VÍDEO: Policiais do Comando de Operação de Divisas (COD), em sobrevoo pela região do Acaba Vida, gravaram imagens onde é…

Geplaatst door Euclides Oliveira op Donderdag 30 mei 2019

Diferentemente da informação que circulou à exaustão na noite de ontem em grupos de WhatsApp na cidade – de que quatro indivíduos teriam morrido em confronto com o COD – o militar confirmou que a equipe em serviço se deparou no local com oito homens, que seriam uma espécie de “olheiros” dos proprietários da droga.

Um desses homens, de acordo com o capitão Castanheira, sacou um revólver e disparou contra os policiais, que revidaram e mataram o indivíduo. O corpo do traficante foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Uruaçu, onde aguarda por identificação formal.

PELO AR – Helicóptero da Polícia Militar (PM) de Goiás durante sobrevoo à plantação de maconha encontrada em Niquelândia: 9 mil pés da droga [Foto: Divulgação COD/PM-GO]
Tanto o capitão do COD como policiais civis de Niquelândia, que deram suporte à operação, ressaltaram que a abundância de água na região facilita a proliferação do “cultivo” dos pés de maconha.

Nas fotos cedidas pelo comandante à imprensa, inclusive, é possível notar a existência de sistemas de irrigação construídos de forma totalmente improvisada afim de que a “plantação” prosperasse como qualquer outro tipo de arbusto convencional, encontrado na Natureza.

De acordo com o comandante do COD, Goiás não possui tradição em possuir extensas áreas para o cultivo dos pés de maconha propriamente ditos; e a droga que chega ao Estado, normalmente já prensada em tijolos, é oriunda do Paraguai.

PM goiana utilizou helicóptero para sobrevoar área onde eram cultivados 9 mil pés de maconha, em Niquelândia [Foto: Divulgação COD/PM-GO]
SITUAÇÃO ABSOLUTAMENTE INÉDITA – “Foram encontrados pés da maconha em diversos tamanhos nessa área e, por isso, nós comunicamos imediatamente às autoridades locais dada a dificuldade que teríamos para encaminhar esse quantitativo de drogas aqui para a delegacia de Niquelândia. Com relação à parte da maconha que já está ressecada, comunicamos ao Grupamento Aéreo da PM para que possa nos auxiliar na retirada desse entorpecente, que também poderá ser incinerado no próprio local. Num primeiro momento, sabemos que essa organização criminosa seria composta por oito pessoas, no mínimo, com relação direta com o cultivo e o preparo (prensa) da maconha. Nós sabemos que também podem existir ‘chefões’ do tráfico que poderiam não estar naquele local no momento da nossa operação, mas ainda não é possível precisar isso. Para nós, que estamos lidando diariamente com apreensões de grandes quantidades de maconha, essa situação encontrada aqui em Niquelândia foi bastante ímpar. Normalmente, esses carregamentos de drogas vindos do Paraguai abastecem o mercado ilícito tráfico aqui em Goiás, no Distrito Federal; e outras regiões; através da fronteira do país vizinho com o Estado do Mato Grosso do Sul”, detalhou o comandante do COD, na entrevista ao Excelência Notícias.

ERVA PURA – Policial do COD mostra parte do entorpecente encontrado já embalado em área na zona rural de Niquelândia: Norte do Estado na mira do narcotráfico, em locais distantes, para não levantar suspeitas: maior apreensão do Estado nos últimos anos [Foto: Divulgação COD/PM-GO]
Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias
Fechar