Uruaçu

Caiado reforça campanha de Machadinho nesta reta final

Candidato ao Governo de Goiás pelo DEM, Ronaldo Caiado fez carreatas em Minaçu, Porangatu, Mara Rosa e Uruaçu na quinta-feira (5). Em Uruaçu, senador pediu votos para Azarias Machado, o Machadinho (Podemos), candidato a deputado estadual no pleito marcado para este domingo (7)

Com grande probabilidade de vencer as eleições para o Governo de Goiás neste domingo (7) ainda no primeiro turno, o senador e candidato Ronaldo Caiado (DEM) realizou carreatas em quatro cidades do Norte do Estado, entre a manhã e a tarde da sexta-feira (5).

Acompanhado do senador e candidato a reeleição Wilder Morais (DEM) e do deputado estadual José Nelto (Podemos), que disputa vaga de deputado federal, o democrata esteve em Minaçu, Porangatu, Mara Rosa e Uruaçu.

Por baixo da camisa social de manga curta, Wilder vestia uma camiseta com a inscrição “Bolsonaro Presidente”, para manifestar seu apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.

Em Uruaçu, Caiado foi saudado e bastante cumprimentado por simpatizantes e lideranças locais do DEM e de municípios vizinhos (como Campinorte e Niquelândia).

“Governador, governador” era a frase mais ouvida nesses momentos por Caiado, líder em todas as pesquisas de intenção de voto antes mesmo de ser oficializado candidato pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás.

O senador, visivelmente cansado com a maratona eleitoral, calçava tênis e tirou fotos com todos que conseguiram se aproximar dele. Médico por formação, até ninou uma criança recém-nascida em seu colo, situação que é praxe em períodos eleitorais.

Ronaldo Caiado, candidato ao Governo de Goiás pelo DEM, defendeu eleição de Machadinho à uma vaga de deputado estadual ao final da carreata em Uruaçu no pleito marcado para este domingo/7 [Foto: Euclides Oliveira/Portal Excelência Notícias]
MACHADINHO PRESTIGIADO POR CAIADO – No Aeroporto de Uruaçu, onde chegou por volta das 13h30 – Caiado reforçou seu apoio à campanha do empresário e pecuarista Azarias Machado Neto – o popular Machadinho (Podemos) – que disputa inédita vaga de deputado estadual para representar ao Norte na Assembleia Legislativa.

Apoiador de longa data de Caiado, Machadinho fora indicado a partir de uma lista prévia de 10 nomes ligados ao Sindicato Rural de Uruaçu (SRU) para ser candidato a prefeito da cidade nas eleições municipais de 2016, pelo mesmo DEM de Caiado.

A vitória não veio, mas os 8.073 votos conquistados por Machadinho há dois anos com a segunda colocação, o credenciou a disputar as eleições estaduais deste ano, a pedido do próprio Caiado.

E, nas articulações, entendeu-se que Machadinho poderia ter melhor êxito filiado a um partido menor que o DEM, objetivando uma eleição com a obtenção de 18.000 a 20.000 votos neste domingo.

Deputado estadual José Nelto, candidato a deputado federal, Azarias Machado/Machadinho, candidato a deputado estadual, juntamente com o senador e candidato ao Governo de Goiás, Ronaldo Caiado: festa da Democracia após grande carreata em Uruaçu [Foto: Euclides Oliveira/Portal Excelência Notícias]
Dessa feita, o ingresso de Machadinho ao Podemos ocorreu em abril deste ano, quando também foi sacramentada a dobradinha com José Nelto.

A carreata de Caiado em Uruaçu percorreu as avenidas Tocantins e Coronel Gaspar, encerrando-se próximo ao Monumento do Cristo Redentor e do escritório da empresa de Machadinho, que opera na área de transportes de combustíveis.

Nesse local, ainda em cima do caminhão utilizado na carreata, Caiado fez uma transmissão ao vivo (live) em sua página no Facebook em que pediu votos para Wilder, José Nelto e Machadinho; e para si próprio.

“Arrocha Goiás, Arrocha Goiás”, frase que se tornou marca-registrada de Caiado nesta eleição, foi repetida por incontáveis vezes em Uruaçu para serem veiculadas nas redes sociais do candidato.

Por seu turno, Machadinho novamente esbanjou simplicidade com seus apoiadores locais. Dada a imensa fila de veículos, muitos de seus eleitores somente chegaram à Avenida Coronel Gaspar com a carreata após Caiado ter entrado num veículo fechado com direção ao aeroporto de Uruaçu, de onde embarcou para ato de campanha em Goiânia.

O candidato a deputado estadual pelo Podemos – aproveitando o movimento gerado pela presença de Caiado em Uruaçu – cumprimentou os ‘condutores retardátarios’, um por um.

Ao final da carreata com a presença de Ronaldo Caiado em Uruaçu, o candidato a deputado estadual Azarias Machado/Machadinho [Podemos] saudou seus eleitores e correligionários, que fizeram grande movimentação de apoio a ele na porta do escritório comercial de sua empresa, na Avenida Coronel Gaspar [Foto: Euclides Oliveira/Portal Excelência Notícias]
POVO FOI ESPONTÂNEO, DISSE CAIADO – “Quero agradecer não somente apenas ao povo de Uruaçu mas para os eleitores de todas as cidades que visitei, onde a recepção a nossa candidatura se deu com as pessoas vindo até mim espontaneamente. E é importante que se frise isso, que tudo ocorreu espontaneamente mesmo, porque em hora alguma existiu presença de pessoas em nossos atos de campanha que que não fosse por livre e espontânea vontade. Não teve ‘máquina’, nem de prefeitura e nem de governo, na minha campanha. Mas houve, sim, o sentimento do povo goiano por um fim de um ciclo na política do Estado; e o início de um novo momento, com respeito ao dinheiro público. Goiás precisa limpar o seu nome no cenário nacional. Goiás, hoje, não suporta mais assistir tantos escândalos vinculados à nosso Estado”, afirmou o candidato do DEM em rápida entrevista ao Portal Excelência Notícias em Uruaçu.

Ainda antes da carreata, Ronaldo Caiado comentou sua postura serena no debate realizado na segunda-feira (2) nos estúdios da TV Anhanguera/Rede Globo com os candidatos ao Governo de Goiás.

Existia a expectativa, como se sabe, de que Caiado subisse o tom e ‘perdesse as rédeas’ ao ser duramente criticado pelos candidatos José Eliton Júnior (PSDB), atual governador e candidato a reeleição; Daniel Vilela (MDB), que é deputado federal; e Weslei Garcia (PSOL), nome sem expressão na política goiana. Aliás, o candidato do PSOL foi o que mais atacou Caiado naquele debate.

“Goiás precisa limpar o seu nome no cenário nacional. Goiás, hoje, não suporta mais assistir tantos escândalos vinculados à nosso Estado”, afirmou Ronaldo Caiado em Uruaçu, ladeado pelo candidato a deputado estadual Machadinho, em rápida entrevista ao jornalista Euclides Oliveira, editor-geral do Portal Excelência Notícias [Foto: Assessoria do Candidato]
“O eleitor estava ali (diante da TV) para ouvir propostas; e não para ouvir agressões. E os demais candidatos, ao invés de apresentarem propostas para resolver o grave quadro em que se encontra o Estado de Goiás, optaram pelas agressões. E o povo goiano queria ouvir uma candidatura que realmente possui propostas, capacidade, e autoridade moral para implantá-las”, comentou Caiado.

OPERAÇÃO CASH DELIVERY – Horas antes da soltura do ex-presidente da Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop) Jayme Rincón – ocorrida no mesmo dia – Caiado disse em Uruaçu que a prisão dele, pelas circunstâncias em que se deu, expôs o Estado de forma muito negativa no noticiário nacional “por situações tristes como essa, que em nada engrandecem Goiás”, nas palavras do candidato.

Como se sabe, Jayme Rincon foi preso no dia 28 de setembro pela Polícia Federal (PF) como parte da investigação de repasse de R$ 12 milhões às campanhas do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) em 2010 e 2014 pela Construtora Odebrecht. “Isso só faz com que Goiás, agora, busque um governo que tenha coincidência de ideais com seu povo”, completou o candidato do DEM.

Palavras-chave

Veja também