Niquelândia

Ladrões ‘tocam o terror’ e realizam quatro roubos no final de semana

Carro levado na noite da sexta-feira (22) no Jardim Atlântico foi usado em assalto em mercadinho/bar no Bairro Boa Vista. Ladrões foram avistados pela PM, mas conseguiram fugir e abandonaram o carro. Pitdog na Praça da Bíblica e distribuidora de bebidas na Vila Bela também foram assaltados: suspeitos, abordados, foram detidos por embriaguez ao volante e direção perigosa

O final de semana foi agitadíssimo para as forças de Segurança Pública de Niquelândia, cidade do Norte do Estado com 45 mil habitantes. O município vive uma indescritível onda de assaltos em que bandidos armados estão aterrorizando diversos comerciantes e moradores de residências, em vários bairros, nas últimas semanas

Os registros das ocorrências foram formalmente apresentados ao Portal Excelência Notícias e aos demais órgãos de imprensa da cidade pela Polícia Militar (PM) na manhã desta segunda-feira (24).

A principal suspeita da Polícia Civil é de que uma quadrilha – formada por bandidos de outras localidades goianas – estejam praticando as seguidas ações criminosas, aproveitando-se da drástica redução de efetivo da PC e da PM verificado nos últimos anos em Niquelândia por parte da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O assunto, inclusive, foi tema de amplo debate há duas semanas na sede da Associação Comercial e Industrial de Niquelândia (ACIN) na presença de empresários e representantes das polícias Civil e Militar do município, para tentar reduzir a escalada da violência na cidade.

ASSALTO NO “BAR DA VALÉRIA” – Por volta das 2 horas da madrugada do sábado (23), a Polícia Militar (PM) de Niquelândia registrou ocorrência de roubo na Comercial Aquarios, um pequeno comércio/mercadinho no Bairro Boa Vista que funciona fora do horário dos tradicionais supermercados da cidade. No local, também se comercializa bebidas alcoólicas servidas em mesas do lado externo para os seus habituais frequentadores.

De acordo com a comerciante Valéria dos Reis Santos – dona do local, popularmente conhecido como “Bar da Valéria” – dois homens chegaram a pé, armados com facas e anunciaram o assalto, levando R$ 900,00 em dinheiro.

No relato da ocorrência, Valéria informou que notou a presença de um veículo nas proximidades, dando cobertura aos autores. Filmagens das câmeras de segurança do local devem ajudar a Polícia Civil na identificação formal dos autores do roubo.

PM INTERCEPTOU SIENA USADO NA AÇÃO – Ainda na madrugada do sábado (23) – por volta das 3 horas,  uma hora após o roubo praticado no Bar da Valéria – a PM de Niquelândia realizava patrulhamento na Avenida Brasil na altura do Jardim Primavera; e percebeu que um veículo Fiat Grand Siena (cor cinza, ano 2013/2014, placa JKR-8511, de Brasília) estava sendo abastecido num posto de combustíveis.

Nesse exato momento, quando a PM entrou no local, o carro acelerou e entrou em fuga na direção do Setor Central de Niquelândia. Na altura de um colégio particular, quando eram ‘acompanhados’ pelo carro da PM, os ocupantes do Siena frearam o carro bruscamente e efetuaram vários disparos contra os militares.

A PM, então, revidou e também deu vários tiros na direção do carro. Porém, de acordo com a ocorrência, como havia circulação de outros veículos pela Avenida Brasil na hora do confronto, os ladrões conseguiram distanciar-se e não foram mais vistos pelos militares.

Na sequência do patrulhamento, com apoio de militares em outro carro da PM, o Siena foi localizado, abandonado, numa rua do Jardim Aurora, nas proximidades da sede do Corpo de Bombeiros de Niquelândia.

Além da roda traseira danificada pela situação de fuga, a PM encontrou dentro do Siena uma faca com lâmina de 12 polegadas – utilizada no assalto ao Bar da Valéria – e uma camisa listrada azul e verde.

CARRO HAVIA SIDO ROUBADO HORAS ANTES – O Siena havia sido roubado por volta das 23 horas da sexta-feira (22), quando Júnior José Martins dos Santos foi surpreendido por um bandido armado com um revólver na porta de uma casa na primeira etapa do Jardim Atlântico.

Ele usaria o veículo (de propriedade de sua tia, Ismarlene Martins da Silva) para ir à casa de um amigo. Na abordagem, o rapaz foi obrigado a descer do Siena e deitar-se no chão.

Mesmo nessa condição, Júnior José conseguiu observar que fora vítima de dois criminosos pois o outro indíviduo raspava a ponta de uma faca no chão, fazendo barulho. Como ele estava sem a carteira na abordagem, levaram o seu celular Sansung onde ele guardava sua CHN. Por estar deitado, não conseguiu reconhecer os autores, já que a ação dos criminosos foi muito rápida.

No registro da ocorrência, o rapaz havia informado à PM que o carro tinha pouco combustível no tanque e que os bandidos, de certo, teriam que abastecer. E foi exatamente por essa situação que a PM conseguiu abordar o veículo no posto da Avenida Brasil, o que garantiu a recuperação do patrimônio de Ismarlene.

PRAÇA DA BÍBLIA – Por volta das 20 horas da sexta-feira (22), em outra ocorrência registrada pela PM e PC, o comerciante Odino Ferreira da Cunha, de 50 anos, foi assaltado em sua barraca de lanches (“pitdog”) na Praça da Bíblia, local de grande circulação de famílias, próximo da área central de Niquelândia.

Um indivíduo entrou no pitdog, colocou um revólver na cabeça de Odino e anunciou o assalto, conseguindo levar R$ 390,00 que estava no bolso do comerciante, além de outros valores que estavam no caixa.

Aos militares, Odino relatou que a ação foi perpetrada por três criminosos – um deles portando um facão – que também roubaram clientes que consumiam lanches feitos por Odino.

Ao todo, foram levados R$ 500,00 em dinheiro; uma corrente de ouro; e quatro celulares das marcas Apple e Sansung. Um dos indivíduos, segundo o comerciante, exercia a função de ‘olheiro’ para coibir qualquer movimentação anormal de pessoas durante o cometimento do crime; e também para verificar a eventual aproximação das polícias.

AGRESSÃO E ROUBO NA VILA BELA – Cerca de meia hora depois – às 20h30 da sexta-feira (22), a PM foi acionada para atender outra ocorrência de roubo a mão armada na Vila Bela, bairro localizado às margens da rodovia BR-414, na saída de Niquelândia.

Segundo a PM, o comerciante Ademirson Dias Teixeira foi encontrado com vários hematomas precisou ser socorrido ao Hospital Municipal Santa Efigênia depois de ser agredido fisicamente por coronhadas na cabeça, chutes nas costas e na barriga, ao ser mantido por ladrões em situação de cárcere privado por cerca de uma hora.

No final, para sair vivo da violenta ação, Ademirson entregou R$ 7.250,00 em dinheiro aos assaltantes, proveniente da venda de bebidas em seu estabelecimento/residência, onde tudo foi revirado.

Se já não fosse o bastante, os indivíduos ainda levaram do local quatro engradados com garrafas de 600 ml de cerveja. Ao ser socorrido no PS local, Ademirson sentia fortes dores de cabeça em função da violenta agressão que sofreu.

DIREÇÃO PERIGOSA – O registro de seguidas ocorrências na noite da sexta-feira (22) deixou a PM de Niquelândia ainda mais ‘ligada’ em qualquer movimentação de veículos ou de pessoas em situações consideradas como atos suspeitos.

Em patrulhamento por volta das 00h20 do sábado (23) – quando ainda o Bar da Valéria ainda não havia sido roubado – os militares suspeitaram de um Gol (cor branca, ano 2006, placa NGG-0154, de Niquelândia), que trafegava com faróis/lanternas completamente apagados.

Ao receber ordem de parada, o carro reduziu drasticamente a velocidade, dando conta de que seus ocupantes desceriam do veículo. Porém, quando os PMs saíram da viatura, o Gol saiu em fuga, em alta velocidade.

Durante o ‘acompanhamento’, o carro fez várias manobras perigosas, colocando em risco a vida de várias pessoas, segundo a corporação. Na Avenida Brasil, já na altura do Jardim Primavera – em local mais aberto e sem grande movimento, naquele horário – os militares deram um tiro com a intenção de furar um dos pneus do Gol, para impedir a fuga.

O carro chocou-se no meio-fio e teve um dos estourados, oportunidade em que a PM prendeu Leonildo Galvão Fontes, de 19 anos, que dirigia o Gol; e Elizeu Rodrigues Fontes, de 25 anos, que estava no banco do passageiro, pelos crimes de desobediência e direção perigosa. O carro fo apreendido no pátio da PM, na Avenida Anapolina.

MOTO ETÍLICA – Por volta da 1h45 da madrugada da sexta-feira (22), a PM realizava patrulhamento na Avenida Brasil no Jardim Primavera, em Niquelândia, quando os militares notaram uma moto CG 125 azul, com placa de Tucumã-PA, trafegando em alta velocidade.

Depois do ‘acompahamento’, o condutor abandonou a moto e tentou fugir. Localizado em seguida, Carlos Eduardo Ferreira dos Santos disse que fugiu dos militares porque a moto tinha numeração raspada e procedência de leilão (para venda de peças), sem documentação emitida pelo Detran.

No relatório médico feito no Hospital Santa Efigênia, ficou constatado que o rapaz estava em estado de embriaguez. Ainda segundo a ocorrência, o rapaz teria admitido aos militares que havia ingerido quatro latinhas de cerveja.

(Ocorrências publicadas com base em informações fornecidas pela PM/Niquelândia)

                                                                              

 

Palavras-chave

Veja também