Uruaçu

Receptadores são presos um mês após furto em Campinorte

Um dos criminosos ligou para a vítima, oferecendo equipamentos de energia solar subtraídos na ação

Quatro pessoas, sendo três homens e uma mulher, foram presos em flagrante na segunda-feira (19) por policiais civis das delegacias de Campinorte e de Uruaçu, pela prática de crime de receptação. De acordo com o delegado Bernardo Comunale, titular do DP de Uruaçu, a residência de Victor Paulo Borges em Campinorte foi alvo de furto mediante arrombamento na noite entre os dias 21 e 22 de fevereiro.

À época, os desconhecidos levaram diversos pertences avaliados em R$ 15 mil pelo dono do imóvel, além de R$ 800 em dinheiro. Dentre os pertences furtados, estavam quatro inversores para energia solar fotovoltaica, avaliados em R$ 2 mil, cada um.

Para surpresa do dono da casa, na segunda-feira (19), ele recebeu um telefonema de um indivíduo dizendo que era morador de Goianésia, oferecendo justamente tais equipamentos para venda.

Foi então que Victor avisou a PC de Campinorte para que, numa ação de inteligência, fosse montada uma ‘campana’ dos investigadores à captura dos estelionatários num posto de combustíveis às margens da BR-153, em Uruaçu, onde ocorreria o encontro do “vendedor” com a vítima.

Tão logo chegou ao local, Ricardo Damásio Teixeira recebeu voz de prisão e entregou os demais “companheiros” do furto praticado em Campinorte. Ele disse que os inversores de energia solar lhe foram repassados por Rafael Alves do Vale. Este, ao ser localizado pela PC em sua casa, desmentiu a versão do primeiro receptador e disse que recebeu os equipamentos através de um terceiro criminoso, identificado como sendo Rogimar Ramalho Dias.

Na sequência da história – onde ninguém afirma textualmente que cometeu o delito – Rogimar disse aos PCs que os aparelhos lhe foram repassados por uma mulher, de prenome Andreia e por seu companheiro, de prenome Edival.

Já na casa de Andreia dos Santos Xavier, os investigadores localizaram parte dos cosméticos que haviam sido furtados da casa do morador de Campinorte. Depois, a PC também localizou Emival Pereira da Silva, companheiro de Andréia, que confessou ter comprado todos os objetos furtados em Campinorte de um desconhecido, por R$ 5 mil.

Outro equipamento furtado – um drone, avaliado em R$ 5 mil, também foi recuperado e devolvido à vítima. De acordo com a autoridade policial, as investigações sobre o caso seguem para apurar a participação de Emival e de outros envolvidos no furto praticado em Campinorte; e também para saber o paradeiro das demais mercadorias subtraídas da residência. (Com informações da Polícia Civil/Uruaçu)

Palavras-chave

Veja também

Botão Voltar ao topo
Fechar
×

Converse online pelo WhatsApp com o Portal Excelência Noticias

× Fale agora com o Excelência Noticias